Vereador de Centenário participa de anúncio na pavimentação da ERS 477

Com muita alegria, a população de Centenário recebeu a notícia de prioridade das obras da ERS 477. A divulgação foi realizada nesta quarta-feira, dia 9 de junho, durante o lançamento do programa transversal Avançar. O anúncio foi feito pelo governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, em Porto Alegre.

O asfaltamento da rodovia é uma reivindicação antiga da comunidade, que luta há mais de 20 anos pelo acesso asfáltico da rodovia.

Conforme o presidente da Câmara dos Vereadores de Centenário, Gilberto Kozak (Beto), é uma conquista muito importante para o município, já que a base econômica de Centenário tem forte presença do setor primário, principalmente na área de grãos, leite e carne, por isso é fundamental a construção de uma alternativa que possibilite este recurso. “ É um passo muito importante e muitas pessoas lutaram para que esse dia chegasse, a bancada do Partido dos Trabalhadores lutou junto a lideranças estaduais e nacionais para essa conquista. O ex-prefeito Kolassa e o vice Polinski também contribuíram, pois foi em seu governo que o projeto foi atualizado possibilitando que agora o Estado dê este passo importante”, comenta Kozak.
Além de possibilitar o desenvolvimento econômico, o acesso asfáltico vai contribuir para a segurança dos motoristas que trafegam pela via e também para o transporte de pacientes da área da saúde. No mês de maio foi realizada uma mobilização com a presença de lideranças e da comunidade regional, buscando chamar a atenção do estado para a reivindicação local.
No mesmo mês os vereadores Gilberto Kozak, Alceu Marcelo Katafesta e Jandir José Piotroski participaram de um encontro com o presidente da Famurs, Maneco Hassen,  solicitando apoio para o diálogo com o governo do Estado para a destinação de recursos financeiros.
A ERS 477 é conhecida como a estrada do desenvolvimento porque, diariamente, centenas de veículos de todos os tamanhos circulam por ela, movimentando comércio, indústria, serviços e o agronegócio do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Ao todo, o asfaltamento dos 20 quilômetros beneficiaria 51 municípios das duas regiões, envolvendo 368.370 pessoas. Juntas, as regiões da Amau e Amunor apresentaram um ICMS de mais de R$ 13 bilhões em 2020.
Você pode gostar também
  • https://cast.youngtech.radio.br/radio/8070/radio
  • https://jornalboavista.com.br/radioculturafm/
  • Rádio Cultura Fm - 105.9 Erechim - RS