“Se você recebe cinco salários mínimos ou mais por mês, você é considerado uma das pessoas mais bem pagas do país”, diz Tulio Lichtenstein

O TL News desta quarta-feira (25), foi repleto de conteúdos sobre o mercado financeiro – Pix, cartão de débito, crédito, cheque e salário mínimo, lideraram a conversa com o empresário e diretor da Express Soluções Financeiras, Tulio Lichtenstein.

O Pix, por exemplo, sistema de pagamentos instantâneos já superou as dificuldades iniciais e hoje, vem sendo um sucesso. “Atualmente o Pix tornou-se um grande vilão das instituições financeiras, em função dos custos. Qualquer instituição financeira pública, privada ou cooperativa vive de receitas. Uma tarifa de TED, transferência que você realiza custa R$ 3,00, R$ 3,50, chegando a R$ 12,00 por TED.  Imagina a quantidade de transações por TED que deixaram de ser realizadas por dia no mercado brasileiro, tudo em função do Pix”, disse Lichtenstein.

Ele ainda relatou que em 18 meses que o Pix está no mercado, possui mais de 126 milhões de usuários utilizando essa ferramenta. “São 281 milhões de chaves Pix cadastradas. No mês de março, R$ 1,6 bilhões foi o recorde de transações realizadas”.

Frente a tamanha popularização, o mercado e instituições começaram a olhar para essa ferramenta com outros olhos e, aderir a mesma. “O que era um vilão em função das isenções, agora está sendo oferecido como produto aos usuários. A pessoa física ainda não está sendo tarifada, seguirá isenta por mais um período segundo o Banco Central. Porém a pessoa jurídica varia conforme a instituição, o Banco Central diz que pode ser cobrado no máximo 1,45% sobre o valor da operação, limitando a R$ 150”, explicou.

Cartão de débito

O cartão de débito por sua vez vem perdendo espaço, os índices apontam que representa menos de 2% da utilização no mercado de cartões. “O Pix é o pagamento a vista, substituindo o dinheiro em espécie na mão do usuário e o cartão de débito, já caiu muito a representatividade”.

Cartão de crédito e benefícios

Já o cartão de crédito é uma facilidade na hora da compra, muitas pessoas utilizam o benefício para um pagamento futuro, honrar com os compromissos e fazer o giro mensal. “Muitas vezes as pessoas não tem conhecimento dos benefícios e vantagens do cartão de crédito, pagamos anuidades para isso. É importante buscar informação junto a instituição, gerente de contas. Tem gente que não paga anuidade do cartão de crédito o ano inteiro, em função do volume que apresenta de gastos mensais. Também tem acúmulo de milhas, troca por produtos e uma série de outras alternativas”, relatou.

Cheque

Assim como o cartão de débito, os índices referentes a cheque vem reduzindo drasticamente no mercado, pois existem milhares de outras formas de pagamento. “Tem aquelas pessoas mais conservadoras que ainda tem o costume de usar o seu talão de cheque. Mas hoje, para instituição financeira é uma despesa muito grande poder manter o cheque, pelo custo de compensação, emissão, impressão e o risco que traz para o mercado e claro, para o comerciante. Hoje, nada melhor do que você fazer uma venda e poder oferecer o Pix ou, cartão de crédito”, ressaltou.

Salário mínimo

O empresário Tulio Lichtenstein, também trouxe um levantamento sobre a evolução do salário mínimo desde o ano de 2000. Relembrou que em 2000 o salário mínimo era de  R$151, 2005 – R$300, 2010 – R$510, 2015 – R$ 788, 2020 – R$ 1045, 2021 na casa de R$1115 e 2022 foi aprovado R$1212. “Um levantamento realizado no ano de 2020, aponta que apenas 3,4% da população recebia cinco salários mínimos ou mais. No mês de abril de 2022, com o salário mínimo na casa dos R$1200, 60% da população brasileira recebe um salário mínimo ou menos de renda mensal. Frente ao alto custo, a desvalorização do real, inflação, custo elevado do supermercado, como se vive? Por incrível que pareça, 2010 foi o melhor ano de valorização do real sobre o salário mínimo, 55%. Atualmente, se você recebe cinco salários mínimos ou mais por mês, você é considerado uma das pessoas mais bem pagas do país”, finalizou.

Você pode gostar também
  • https://cast.youngtech.radio.br/radio/8070/radio
  • https://jornalboavista.com.br/radioculturafm/
  • Rádio Cultura Fm - 105.9 Erechim - RS