OMS recomenda investigação aprofundada sobre a hipótese de a Covid-19 ter surgido em um acidente de laboratório

A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomendou uma investigação aprofundada sobre a hipótese de o vírus causador da Covid-19 ter tido origem em um acidente de laboratório, um ano após considerar a possibilidade “extremamente improvável”.

A posição indica uma revisão da avaliação inicial da entidade sobre a origem da pandemia de coronavírus e ocorre depois de críticos terem acusado a OMS de descartar, com demasiada rapidez, ou subestimado a teoria de que o vírus pode ter tido origem no Instituto de Virologia de Wuhan, na China, onde os primeiros casos de Covid-19 foram diagnosticados, no fim de 2019.

A OMS concluiu, no ano passado, que a hipótese era “extremamente improvável”. Muitos cientistas defenderam ser mais provável que o novo coronavírus tenha sido transmitido a humanos a partir de morcegos, possivelmente com outro animal como intermediário.

No entanto, em um relatório divulgado na quinta-feira (09), o grupo de especialistas da OMS disse que faltam ainda “dados-chave” para apurar como a pandemia começou.

Os cientistas afirmaram que “permanecerão abertos a toda e qualquer evidência científica que se torne disponível no futuro para permitir testes abrangentes de todas as hipóteses razoáveis”.

Observaram que, como os acidentes de laboratório no passado provocaram alguns surtos, a teoria, que foi altamente politizada, não pode ser descartada.

Identificar a fonte de uma doença pode levar anos. Demorou mais de uma década para os cientistas identificarem as espécies de morcegos que serviram como reservatório natural da síndrome respiratória aguda grave – outro coronavírus – detectada no Sul da China, no fim de 2002.

O virologista Jean-Claude Manuguerra, do  grupo da OMS que investiga a origem da Covid-19, reconheceu que alguns cientistas “podem ser avessos” à ideia de investigar a teoria do laboratório, mas que é preciso manter a “mente aberta” para examinar essa hipótese.

O relatório pode reacender acusações de que a OMS aceitou inicialmente, sem questionar, as explicações do governo chinês no início do surto em Wuhan.

 

Fonte: O Sul

Você pode gostar também
  • https://cast.youngtech.radio.br/radio/8070/radio
  • https://jornalboavista.com.br/radioculturafm/
  • Rádio Cultura Fm - 105.9 Erechim - RS