Oito dicas para estudar sozinho para concurso público

Desenvolver autodisciplina, estratégias de planejamento e estudo ativo podem tornar o processo mais proveitoso e trazer resultados positivos

Segundo dados do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, em 2024, o Concurso Público Nacional alcançou recorde de inscrições, com 2,65 milhões de registros. Embora parte desses candidatos tende a buscar o apoio de cursos de preparação, segundo o portal Estudaqui, há aqueles que optam por estudar sozinhos.

Isso pode estar relacionado à busca dos estudantes pela paz de espírito. Isso porque, o estudo sozinho ocorre sem maiores distrações, permitindo um ritmo personalizado e um maior desenvolvimento de autodisciplina, conforme aponta o portal Explain Learning. O desafio de aprender cada matéria dependeria somente do estudante, sem intervenção externa.

De acordo com dados do estudo publicado no Scielo Brasil, envolvendo alunos de ensino superior que preferem estudar sozinhos, existem algumas estratégias que auxiliam no estilo de estudo isolado.

Entre elas, estão a organização do estudo e do material, estratégias metacognitivas – monitorando a aprendizagem e a gestão do tempo – e cognitivas – com leituras e técnicas de anotações, como o uso de cartões de memória e mapa mental online.

Mas estudantes que se preparam sozinhos para concursos públicos enfrentam dificuldades que podem atrapalhar o processo. De acordo com o grupo Estratégia Concursos,  referência na preparação de candidatos, problemas com a falta de motivação, bem como gestão do tempo e a procrastinação estão entre os principais obstáculos dos que optam por aprender de forma isolada.

Além disso, dificuldades em manter o foco, a concentração e a pressão para passar em um concurso público podem levar a altos níveis de ansiedade e questões emocionais. Esses fatores, na maioria das vezes, impedem o avanço dos estudos. É preciso, portanto, passar por uma avaliação com um psicólogo e entender a raiz da dificuldade.

Nesse sentido, portais especializados revelam as principais orientações sobre como estudar sozinho para concurso público, a fim de facilitar o processo, como organizar ambientes adequados e buscar feedbacks construtivos.

 

Crie um planejamento e um cronograma de estudos

O planejamento de uma rotina, desde o momento de acordar até o horário de dormir, é essencial para conquistar bons resultados. Uma rotina bem estruturada ajuda a manter o foco e a produtividade. Além disso, estabelecer cronogramas de estudo é importante para consolidar o conhecimento, com metas alcançáveis e realistas. 

 

Cuide da saúde mental

O equilíbrio e o cuidado com a saúde devem ser priorizados. O Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) recomenda buscar apoio psicológico nesse processo de preparação, sendo uma forma de manter a motivação e trabalhar com a inteligência emocional.

 

Estabeleça um ambiente de estudo adequado 

Ter um espaço específico destinado apenas ao estudo ajuda na concentração e na criação de uma rotina eficiente. É importante evitar distrações, desligando notificações do celular e de outros dispositivos.

 

Realize simulados e estudo ativo

Realizar simulados é uma estratégia para se familiarizar com o ambiente e o tempo de prova. Revisões frequentes através do estudo ativo são outros métodos eficazes no processo, utilizando técnicas de memorização e usando a internet a seu favor.

Autoconhecimento

Estar sempre atento às suas forças, fraquezas e estilo de aprendizagem irá ajudar na criação de um plano de estudo adaptado para cada estudante. Ter atenção nos objetivos e dificuldades otimiza o processo.

Busque feedbacks construtivos

Em plataformas online, é possível receber correções de estudos feitas por professores, com feedbacks personalizados. Além disso, para quem opta por estudar sozinho, existem grupos de estudos online que ajudam a diminuir o isolamento e permitem compartilhar respostas e soluções com colegas. Os retornos construtivos melhoram o desempenho e a preparação.

Promova adaptações regulares

Educadores consideram essencial adaptar o plano de estudo conforme o necessário, avaliando o que está e o que não está funcionando na trajetória de cada estudante. Isso auxilia na preparação e ajuda no autoconhecimento. 

Equilibre o estudo com o descanso

Por fim, vale ser flexível no processo. Manter a qualidade do estudo está relacionado com um bom descanso, incluindo pausas necessárias e momentos de lazer.

Você pode gostar também
  • https://cast.youngtech.radio.br/radio/8070/radio
  • https://jornalboavista.com.br/radioculturafm/
  • Rádio Cultura Fm - 105.9 Erechim - RS