Arquitetura e Urbanismo e Medicina Veterinária participam de campanha de adoção de animais   

Os cursos de Arquitetura e Urbanismo e Medicina Veterinária da URI estiveram presentes no evento de adoção “O amor não tem raça, procura-se um dono de estimação”, organizado pela ONG SOS Animais de Erechim, que ocorreu no domingo, 5, na Praça da Bandeira.

Todos os meses a ONG resgata, em média, de 30 a 50 animais de rua no município. Desta forma, identificou-se a necessidade de se projetar e construir casinhas para esses cachorros e gatos resgatados pela ONG. A ação envolveu a parceria do curso de Arquitetura e Urbanismo para o projeto e também o Presídio Estadual de Erechim para a execução das casinhas, visto que elas são fabricadas pelos apenados e estiveram expostas durante a feira.

As casinhas são destinadas aos voluntários que abrigam esses animais de forma temporária, já que a ONG não possui sede própria, e também aos cães comunitários de todos os bairros do município, onde os moradores alimentam e cuidam dos animais de rua. Algumas casinhas também são doadas para famílias carentes que querem dar melhores condições para seus animais.

Os acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo desenvolveram projetos para animais de diferentes portes, iniciando com casinhas simples e de fácil execução, até casinhas mais elaboradas, que após alcançar a demanda da ONG, serão comercializadas com um preço simbólico, a fim de arrecadar fundos para as despesas mensais da ONG, como compra de rações, medicamentos, vacinas e custeio de cirurgias.

Durante o evento, que se estendeu durante a tarde, também foi entregue um chaveiro com o nome do projeto “Abrigo Amigo” para quem adotasse um cachorro ou gato, incentivando esse gesto de amor.

O Curso de Medicina Veterinária, representado pela coordenadora Daniela dos Santos de Oliveira, pelo professor Guilherme Lopes Dornelles e pelos bolsistas do Grupo de Pesquisa de Ambiência, Produção e Sanidade Animal (GAPS), auxiliaram na Adoção dos Cães e Gatos e realizaram corte de unha, aferição da temperatura corporal e limpeza do conduto auditivo dos animais que foram adotados, bem como orientações sobre a higiene e cuidados sanitários como controle de pulga, carrapatos e verminoses.

A participação destas atividades de extensão, juntamente com a comunidade, acrescenta um conhecimento maior aos alunos.

Você pode gostar também
  • https://cast.youngtech.radio.br/radio/8070/radio
  • https://jornalboavista.com.br/radioculturafm/
  • Rádio Cultura Fm - 105.9 Erechim - RS