Eduardo Leite concede entrevista a Rádio Cultura e mostra que a região Alto Uruguai está no radar do Governo

O Governador Eduardo Leite (PSDB) foi o entrevistado da Rádio Cultura FM 105.9 na manhã desta sexta-feira. Por cerca de 30 minutos, direto da ala residencial do Palácio Piratini, ele respondeu aos questionamentos sobre segurança pública, saúde, investimentos em infraestrutura e sobre futuro político do Estado. Eduardo Leite ainda se recupera depois de ter contraído Covid-19 pela segunda vez.

O Governador ressaltou que os três primeiros anos de governo foram dedicados especialmente às reformas para reduzir os custos da máquina pública do governo.

Tivemos que fazer privatizações, reformar a previdência, reformar as carreiras dos servidores de forma a equilibrar as contas e conseguirmos pagar salários em dia. Esse período foi dedicado a resolver esses problemas e a partir de então passamos a ter capacidade de planejar estes investimentos que atendem a todas as regiões”.

Segurança Pública

Leite falou sobre a estratégia do governo do Estado para diminuir os principais indicadores criminais e enalteceu a transparência com que os números são apresentados. “Temos uma gestão na segurança pública baseada em estatísticas e com compromisso com a transparência. Divulgamos os dados publicamente e gerirmos a segurança a partir dessas informações”. O governador afirmou que houve uma redução de 35% no número de homicídios e 70% do roubo de veículos no Rio Grande do Sul.  “Estamos avançando fortemente na segurança do Estado, mas existem situações diversas. A partir dos dados que temos de Erechim, onde a gente viu esse crescimento de homicídios até o meio do ano passado e de lá para cá os crimes foram reduzidos na região, mas de fato essas mortes que a gente tem observado são por disputa por áreas por grupos criminosos”.

Eduardo Leite afirmou que o Estado está reforçando a estrutura da segurança com investimento inédito na área. “Até o final deste ano vamos investir mais de R$ 300 milhões, que é o equivalente a soma dos investimentos feitos pelo Estado nos últimos 13 anos multiplicado por dois”. Leite explicou que isso só é possível devido ao equilíbrio das contas que recuperou a capacidade de investimento em pontos estratégicos como na segurança pública.

Saúde

O Governador falou também que buscará junto ao Ministério da Saúde a manutenção do financiamento para custeio dos leitos de UTI específicos para Covid-19. “Temos uma situação nova desde que essa decisão do Ministério da Saúde de cessar os financiamentos dos leitos Covid foi tomada. Haverá um crescimento de internações pelo volume de pessoas que estão sendo contaminadas e não é o momento de fazer redução de financiamento. Vamos encaminhar essa conversa que foi feita pela Secretaria de Saúde com as demandas das regiões que fazem a gestão do estado da situação da pandemia. Vamos enviar esse expediente ao Ministério da Saúde para que possa rever essa posição”, afirmou Leite.

Estiagem

Sobre as medidas do governo do Estado em relação a estiagem, o governador Eduardo Leite afirmou que mantém dialogo constante com as entidades do Agronegócio. “Já anunciamos que vamos anistiar os produtores rurais dos pagamentos do programa troca-troca de sementes e também estamos incrementando valores do Estado para o programa de sementes forrageiras. Além disso, estamos agilizando investimentos de mais de R$ 200 milhões que temos programado neste ano para perfuração de poços e subvenção para investimentos dos produtores rurais em ferramentas e metodologias de irrigação nas suas lavouras”.

Infraestrutura

Leite discorreu sobre como a região do Alto do Uruguai é afetada pela falta de acessos asfálticos e antecipou que o Estado vai garantir o asfaltamento, por meio de convênio, do trecho entre Barra do Rio Azul e Itatiba do Sul. O governador destacou também as obras de recuperação realizadas na RS 211, RS 331 em Marcelino Ramos, também na região de Severiano de Almeida  e Erval Grande. “As obras estão em ritmo adequado, porém às vezes, tem algum percalço porque o volume de obras que o Estado está fazendo são muito grandes e eventualmente se tem alguma dificuldade”.

Concessão de rodovias

Leite afirmou que nos próximos dois meses devem ser lançados editais de concessão de outras rodovias no Estado. “Já lançamos o primeiro edital e temos a expectativa de lançar os outros dois ao longo dos próximos dois meses porque as concessões de rodovias são uma estratégia para que possamos ter investimento da iniciativa privada naquelas rodovias que tem o maior fluxo de trânsito”, concluiu Leite.

Você pode gostar também
  • https://cast.youngtech.radio.br/radio/8070/radio
  • https://jornalboavista.com.br/radioculturafm/
  • Rádio Cultura Fm - 105.9 Erechim - RS