ABDI, Senai e FIERGS assinam convênio de R$ 9,4 milhões para recuperação de empresas do RS

Medida é resposta às enchentes de abril e maio e integrará o programa Recupera Indústria

A presidência da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a direção do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-RS) e representantes da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS) assinam na quinta-feira, 11/04, em São Leopoldo (RS), convênio de cooperação técnica e financeira no valor de R$ 9,4 milhões. O projeto destinará o recurso, por meio do programa Recupera Indústria RS, para a reabilitação do maquinário de pequenas e médias empresas atingidas pelas enchentes recentes.

O acordo estabelece o repasse de R$ 8,5 milhões pela ABDI ao Senai-RS, executor do convênio, que aplicará a contrapartida de R$ 945 mil. Os recursos da Agência serão usados na aquisição de peças e componentes de manutenção corretiva das máquinas industriais, bem como no pagamento de mão de obra técnica terceirizada.

O presidente da ABDI, Ricardo Cappelli, que assinará o convênio pela Agência, explica que o objetivo da medida é atender no mínimo 100 empresas, podendo superar 200 empresas, em conformidade com o Plano de Ação Individual (PAI) de cada uma. O custo máximo estabelecido para a execução individual é de R$ 85 mil para cada negócio. Segundo ele, o impacto nas cadeias produtivas do Sul é um problema de todo o país. “Nossa preocupação foi ter uma resposta rápida para o setor industrial, principalmente dos pequenos, depois da tragédia que abalou o Brasil. Unirmos numa resposta rápida foi nosso foco”.

Após a cerimônia de assinatura do convênio, os representantes das três entidades visitarão duas empresas atingidas pelas enchentes da região de São Leopoldo. Os deslocamentos e as avaliações dos estabelecimentos estão previstos para acontecer entre as 16h e 17h50.

O programa

As áreas mais afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul são as regiões do Vale dos Sinos, da grande Porto Alegre e da Serra Gaúcha, os maiores polos industriais do estado. A região metropolitana da capital do RS tem 8 mil indústrias, responsáveis por 128 mil postos de trabalho, com foco na produção de veículos, autopeças, derivados do petróleo e alimentos. No Vale dos Sinos, a produção de calçados é o foco principal e na região da Serra, a de móveis.

Com foco nestas e nas demais regiões do estado afetadas pelas enchentes, o programa Recupera Indústria RS tem por objetivo apoiar 10 mil empresas industriais em seu restabelecimento, com o oferecimento de Planos de Ação Individuais (PAI) compostos de pacotes de trabalho padronizados para a restauração de seu funcionamento mínimo. Será dada atenção à manutenção corretiva de máquinas e equipamentos industriais para possibilitar, assim, a reabertura de postos de trabalho.

O projeto vai funcionar em 5 etapas: cadastro e autoavaliação, seleção, diagnóstico, execução e avaliação dos resultados.

A seleção se dará por mesorregião, com a prioridade de atendimento às empresas industriais de menor faturamento anual (porte), setor de atuação priorizado e que não possuam seguro para máquinas industriais, conforme estabelecido no regulamento geral do programa.

O diagnóstico, por sua vez, será voltado ao desenvolvimento do PAI para cada empresa. O plano será composto por uma avaliação técnica e manutenção corretiva das máquinas.

Serviço

Assinatura de convênio entre ABDI, Senai e FIERGS para recuperação de pequenas e médias empresas do RS:

Data: 11/07
Horário: 14h30
Local: Instituto SENAI de Inovação em Sistemas de Sensoriamento | Av. Getúlio Vargas, 3239 – Vicentina, São Leopoldo-RS

Por assessoria de comunicação

Você pode gostar também
  • https://cast.youngtech.radio.br/radio/8070/radio
  • https://jornalboavista.com.br/radioculturafm/
  • Rádio Cultura Fm - 105.9 Erechim - RS