Mais de 96 mil candidatos fazem hoje primeira prova do Enem Digital

Prova é presencial nas 104 cidades de aplicação do exame e alunos devem levar caneta preta para redação

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

A primeira edição digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será aplicada neste domingo. A prova é um modelo piloto e será feita por 96.086 estudantes inscritos e confirmados em 104 cidades do país.

Apesar de o exame ser digital, a prova é presencial e será feita em computadores nos locais indicados. A redação será ainda redigida em papel, por isso o estudante deve levar caneta esferográfica preta, segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

A prova não será realizada neste momento apenas no Amazonas por causa do aumento do número de casos de Covid-19. Os inscritos no estado deverão fazer o Enem impresso nos dias 23 e 24 de fevereiro.

Assim como no exame impresso, neste domingo, os estudantes terão as provas de linguagens, ciências humanas e redação. No segundo dia de prova, os alunos serão testados em matemática e ciências da natureza.

O tempo de prova e os horários de aplicação são os mesmos: 5h30 no primeiro dia e 5h no segundo. Os portões abrem também às 11h30, para evitar aglomeração, e fecham às 13h, no horário de Brasília.

Os locais de prova estão disponíveis no cartão de confirmação de inscrição, na Página do Participante. Também foi divulgado um vídeo com detalhes de como será a aplicação do exame digital.

Enem Digital

A prova será feita no computador, sem acesso à internet ou calculadora. Segundo o Inep, o nível de dificuldade é o mesmo da prova impressa. Os participantes só não vão precisar preencher o cartão-resposta à mão. Mas a redação terá de ser feita em papel, com caneta preta.

Antes de começar a prova, os candidatos devem ler todas as instruções na tela. Só quando a prova tiver início, aparecerão todas as questões. Será possível clicar em qualquer uma. O sistema, que é interativo, permite que o candidato escreva na tela com o mouse e marque as questões que precisam ser revistas.

No segundo dia de prova, os alunos poderão usar uma folha de rascunho para fazer os cálculos e podem precisar novamente da caneta.

Para garantir a segurança, os participantes receberão, no dia da prova, um código para digitar na tela antes de começar o exame e ao término dele.

Segurança na pandemia

É obrigatório o uso de máscara nos dias de prova e haverá álcool em gel nas salas. Candidatos com sintomas de Covid-19 não devem comparecer aos locais de prova. Eles têm a opção de fazer o exame na reaplicação, em fevereiro.

Os computadores devem estar distantes um do outro, ainda que estejam lado a lado, com uma separaçao física entre os equipamentos.

Gabarito

As notas do Enem digital podem ser usadas para concorrer a vagas no ensino superior por meio de programas como o Sisu (Sistema de Seleção Unificada), ProUni (Programa Universidade para Todos) e Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

O Inep vai divulgar, no site da instituição, os cadernos de provas do Enem digital após o fim das aplicações, nos dias 31 e 7 de fevereiro. Como não há um caderno de prova, os candidatos devem anotar as respostas escolhidas na folha de rascunho para conferência.

Os gabaritos oficiais serão divulgados até 10 de fevereiro.

Fonte: R7

Get real time updates directly on you device, subscribe now.