Deputado Paparico assume mandato Parlamentar do PR

Tomou posse em sessão solene nesta quinta-feira (31)

O deputado Paparico Bacchi (PR) assumiu seu primeiro mandado na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. A posse ocorreu nesta quinta (31) durante sessão solene que marcou o início da 55ª Legislatura. O parlamentar foi eleito em 2018 com 27.483 votos conquistados em 257 municípios.
Paparico Bacchi (48) é graduado em história pela Universidade de Passo Fundo e pai de quatro filhos e agropecuarista. Antes de chegar ao parlamento trabalhou como garçom, empresário do ramo de sonorização, agropecuarista e governou o município de São da Urtiga por oito anos, entre 2009 e 2015. Também foi presidente da Associação de Municípios da Região Nordeste (Amunor) e vice-presidente da Federação das Associações de Municípios do RS.

Entre as prioridades do mandato estão os setores de saúde, agricultura e a gestão fiscal do Estado. Paparico defende o fortalecimento dos hospitais de média complexidade; a implantação das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) nos municípios e a criação de mecanismos e políticas públicas de apoio às agroindústrias. Como ex-prefeito entende que o estado precisa de um esforço conjunto dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário para reduzir gastos, além de rediscutir a carga tributária para promover a retomada do desenvolvimento.

No dia da posse, Paparico Bacchi reiterou as metas de campanha e reiterou que seu mandato na Assembleia Legislativa será pautado por muito trabalho e compromisso com as pessoas. O novo parlamentar foi cumprimentado por lideranças estaduais e regionais e recebeu cumprimentos de eleitores de diversos municípios.

O governador Eduardo Leite, ao cumprimentar Paparico no plenário do Legislativo estadual, disse que a experiência política e administrativa do parlamentar será importante para o Estado. “É muito bom contar com um ex-prefeito aqui na Assembleia Legislativa”, disse o governador que também foi prefeito de Pelotas e integrou a diretoria da Famurs no mesmo ano em que Paparico foi vice-presidente no ano de 2015.

Comentários estão fechados.