Aprovados em Medicina da URI realizam matrículas hoje

A URI Erechim realiza nesta quarta-feira, 31, as matrículas para os aprovados em primeira chamada no Vestibular para o Curso de Medicina. Elas tiveram início às 8h e prosseguem também nos turnos da tarde, das 13h30min às 17h30min, e à noite, das 18h45min às 22h.

A primeira aprovada a realizar a matrícula foi Kananda Schneider dos Santos, de Carazinho, que veio acompanhada do seu pai, Pedro. A agora acadêmica da primeira turma do curso de Medicina da URI disse estar muito contente. “Estou feliz por fazer Medicina e por escolher a URI para realizar o meu sonho. Fui aprovada em outros cursos, mas decidi por esta Universidade pelo que sabemos e vimos dessa Instituição”. Seu Pedro, que trouxe a filha também para a prova do dia 21, afirmou, igualmente, estar muito feliz pela aprovação da filha e saber que ela estará numa Universidade de referência. “O que vi naquele domingo me deixou impressionado, pois a nossa preocupação, como pai, é saber que a filha vai ter uma formação diferenciada”.

Kananda tem mais dois irmãos fazendo Medicina: Bruna, em Lageado, e Tauan, em Pelotas. Além disso, um outro irmão, Patrick, é formado em Engenharia Civil.

A Universidade alerta que os aprovados que não comparecerem até às 22h de hoje, automaticamente estarão perdendo sua vaga, abrindo oportunidade para outros candidatos que poderão ser conhecidos já nesta quinta-feira, 1º de fevereiro, às 10h, quando será publicada a segunda chamada.

O Curso de Medicina da URI terá, ainda, mais 10 vagas, sendo cinco via PROUNI (Programa Universidade para Todos) e outras cinco vagas por meio do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), o que deve ser definido pelo Ministério da Educação nos próximos dias.

A realização do primeiro vestibular para o Curso de Medicina da Universidade continua repercutindo em toda a região. Imprensa e a comunidade em geral consideram um dos fatos mais marcantes ocorridos em Erechim nos últimos anos.

Segundo o Diretor Administrativo do câmpus, Paulo Roberto Giollo, “a chegada desse curso vai significar um acréscimo significativo na área da saúde, uma vez que a cada ano estarão ingressando novos acadêmicos que irão atuar em hospitais, postos de saúde e outras unidades de saúde”. Além disso, ressaltou Giollo, “temos de nos orgulhar de nossa cidade e de nossas instituições de ensino. A chegada da Medicina irá contribuir ainda mais para que nos tornemos um polo regional de educação, contribuindo para que os nossos jovens possam estudar aqui e os de outros locais possam vir para Erechim realizar o seu sonho profissional”.

Esse fato pode ser comprovado com a origem dos primeiros aprovados no curso, pois 18 nomes são de Erechim, cinco de Porto Alegre, além de outros municípios das regiões Alto Uruguai e Norte do Estado, bem como de outras cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

O Vestibular, que teve uma prova de Redação, de forma presencial, no último dia 21 de janeiro, teve 1.254  candidatos de vários pontos do país. Duas redações conseguiram a nota máxima, mas muitas outras tiveram bom desempenho. Cinco redações, por fugirem dos assuntos propostos, tiveram nota zero. A nota obtida na Redação foi somada às notas da provas objetivas obtidas no ENEM (Exame Nacional de Ensino Médio).

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais