Aprovados em Medicina da URI realizam matrículas hoje

A URI Erechim realiza nesta quarta-feira, 31, as matrículas para os aprovados em primeira chamada no Vestibular para o Curso de Medicina. Elas tiveram início às 8h e prosseguem também nos turnos da tarde, das 13h30min às 17h30min, e à noite, das 18h45min às 22h.

A primeira aprovada a realizar a matrícula foi Kananda Schneider dos Santos, de Carazinho, que veio acompanhada do seu pai, Pedro. A agora acadêmica da primeira turma do curso de Medicina da URI disse estar muito contente. “Estou feliz por fazer Medicina e por escolher a URI para realizar o meu sonho. Fui aprovada em outros cursos, mas decidi por esta Universidade pelo que sabemos e vimos dessa Instituição”. Seu Pedro, que trouxe a filha também para a prova do dia 21, afirmou, igualmente, estar muito feliz pela aprovação da filha e saber que ela estará numa Universidade de referência. “O que vi naquele domingo me deixou impressionado, pois a nossa preocupação, como pai, é saber que a filha vai ter uma formação diferenciada”.

Kananda tem mais dois irmãos fazendo Medicina: Bruna, em Lageado, e Tauan, em Pelotas. Além disso, um outro irmão, Patrick, é formado em Engenharia Civil.

A Universidade alerta que os aprovados que não comparecerem até às 22h de hoje, automaticamente estarão perdendo sua vaga, abrindo oportunidade para outros candidatos que poderão ser conhecidos já nesta quinta-feira, 1º de fevereiro, às 10h, quando será publicada a segunda chamada.

O Curso de Medicina da URI terá, ainda, mais 10 vagas, sendo cinco via PROUNI (Programa Universidade para Todos) e outras cinco vagas por meio do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), o que deve ser definido pelo Ministério da Educação nos próximos dias.

A realização do primeiro vestibular para o Curso de Medicina da Universidade continua repercutindo em toda a região. Imprensa e a comunidade em geral consideram um dos fatos mais marcantes ocorridos em Erechim nos últimos anos.

Segundo o Diretor Administrativo do câmpus, Paulo Roberto Giollo, “a chegada desse curso vai significar um acréscimo significativo na área da saúde, uma vez que a cada ano estarão ingressando novos acadêmicos que irão atuar em hospitais, postos de saúde e outras unidades de saúde”. Além disso, ressaltou Giollo, “temos de nos orgulhar de nossa cidade e de nossas instituições de ensino. A chegada da Medicina irá contribuir ainda mais para que nos tornemos um polo regional de educação, contribuindo para que os nossos jovens possam estudar aqui e os de outros locais possam vir para Erechim realizar o seu sonho profissional”.

Esse fato pode ser comprovado com a origem dos primeiros aprovados no curso, pois 18 nomes são de Erechim, cinco de Porto Alegre, além de outros municípios das regiões Alto Uruguai e Norte do Estado, bem como de outras cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

O Vestibular, que teve uma prova de Redação, de forma presencial, no último dia 21 de janeiro, teve 1.254  candidatos de vários pontos do país. Duas redações conseguiram a nota máxima, mas muitas outras tiveram bom desempenho. Cinco redações, por fugirem dos assuntos propostos, tiveram nota zero. A nota obtida na Redação foi somada às notas da provas objetivas obtidas no ENEM (Exame Nacional de Ensino Médio).

Comentários estão fechados.