Transposição do Rio Cravo afasta fantasma do racionamento

Se não houvesse a transposição do Rio Cravo, que hoje jorra água para o interior do lago da barragem da Corsan e com o forte calor que assola a nossa cidade nos últimos dias, o fantasma do racionamento  já estaria assustando a comunidade erechinense.

O calor chegou com tudo e em Erechim não é diferente. Com as altas temperaturas e a baixa umidade do ar, o consumo de água aumentou no início deste verão. Para afastar um problema histórico na Capital da Amizade, com períodos longos de racionamento foi preciso acionar o Rio Cravo para manter a barragem sempre cheia e as torneiras abastecidas com água.

Os vídeos ( Alderi Bertuzzi) dão uma dimensão clara do problema que já afetou a nossa população no passado. Um mostra água que vem dos tradicionais rios que abastece a nossa barragem e outro com água límpida da transposição do Rio Cravo (vídeo abaixo). A obra da transposição só foi possível com recursos do PAC e não da Corsan.

Por Egidio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais