Dom José ordena diáconos dois seminaristas

Em missa na igreja São Pedro de Erexim, às 19h30 desta sexta-feira, Dom José ordenou diáconos os seminaristas Jean Carlos Demboski e Edegar Passaglia, a serem ordenados presbíteros para a Diocese de Erexim no próximo ano. A missa foi concelebrada pelo bispo emérito, Dom Girônimo Zanandréa e 47 padres da Diocese de Erexim, Chapecó, Vacaria, Arquidiocese de Passo Fundo e missionários saletinos, com a participação de 11 diáconos, muitas pessoas das comunidades das Paróquias da cidade de Erexim e daquelas dos diáconos, Jacutinga e Faxinalzinho. A animação dos cantos esteve a cargo do Pe. José Carlos Sala e grupo de cantores. No início da celebração, o pároco da Paróquia São Pedro, Pe. Paulo Bernardi, acolheu a todos e conduziu a apresentação dos padres e diáconos.

A missa de ordenação diaconal dos dois seminaristas foi naquela igreja porque Edegar fez seu estágio pastoral lá por três anos e Jean na Catedral São José ao longo deste ano.

Na homilia, Dom José, referindo-se ao evangelho do dia, no qual José e Maria foram ao Templo apresentar o Menino Jesus a Deus, disse que os participantes da missa estavam apresentando os dois ordenandos e acolhendo-os na Igreja, comunidade de fé, na qual exercerão o serviço diaconal. Relacionou a peregrinação de José e Maria com o Menino ao Templo com a caminhada dos dois em preparação ao diaconato e em breve à ordenação presbiteral. Recordando a oração frequente de Jesus, exortou-os a cultivarem a oração por todos os que rezam pelas vocações. Comparou também a espera perseverante do idoso Simeão, a serviço no Templo, que reconheceu no Menino de Maria e José o prometido de Deus, com a perseverança necessária no serviço à Igreja. Por fim, lembrou os ofícios próprios do diácono e desejou que Maria de Nazaré mãe e fiel servidora do filho Jesus, aponte sempre a todos o caminho do discipulado, do “amor serviço”, para permanecerem em comunhão com o Pai, com a Igreja e os irmãos na fé.

No rito próprio da ordenação diaconal, Dom José convidou os dois ordenandos a expressarem sua fidelidade no serviço à Igreja na pregação, na caridade e na liturgia, assumindo o celibato e a obediência ao Bispo. Após o canto da ladainha de todos os santos, lhes impôs as mãos e recitou a oração ritual da ordenação. Convidou os familiares a revesti-los com a estola e a túnica características do diaconato e entregou-lhes o Evangeliário, exortando-os a viver e a anunciar a Palavra de Deus.

No final da celebração, os dois novos diáconos dirigiram sua palavra aos presentes. Ambos expressaram agradecimentos às suas famílias, às comunidades de origem, aos formadores, às pessoas que rezam pelas vocações e ajudam com seus recursos a formação dos futuros padres. Os dois manifestaram também especial carinho pelos jovens, por terem atuado na pastoral da juventude em sua ação pastoral como seminaristas. Jean concluiu sua mensagem com a seguinte oração de Dom Pedro Casaldaliga, Bispo emérito de São Félix, Mato Grosso, poeta e escritor:

Senhor, Mestre e Companheiro, Jesus de Nazaré, Filho de Deus e Filho de Maria: escuta-nos!

Tu que chamastes os Doze, na hora primeira da Igreja e nos ensinaste a pedir mais braços para a messe, que é muita; escuta-nos e chama! Convoca-nos, Jesus! Ainda há juventude em nossa Pátria Grande.

Ainda não acabou em nosso meio a raça dos profetas e dos mártires. Ainda temos sede do Amor maior. Ainda somos capazes de viver teu Evangelho.

Queremos seguir-te! Podemos beber teu cálice. Prosseguiremos tua Missão: de anunciar a Boa Nova aos pobres; de libertar os cativos; de abrir os olhos aos cegos; proclamar para todos o tempo Novo da Graça.

Como o Pai te enviou, envia-nos!

À glória do próprio Pai e na comunhão do Espírito, para a Salvação do Mundo. Amém!

Concluída a celebração, a maioria dos participantes dirigiu-se ao salão paroquial para o jantar preparado pelo Conselho Econômico e diversos colaboradores da Paróquia São Pedro.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.