Repartições públicas municipais com novo horário de expediente

A partir de amanhã, dia 1 de dezembro, passa a valer o horário especial de expediente adotado nas repartições públicas municipais até o dia 31 de janeiro de 2019.  Decreto assinado pelo prefeito Luiz Francisco Schmidt, determina atendimento ininterrupto ao público de 7h30 às 13h30, de segunda a sexta-feira. O turno diferenciado também inclui a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Municipais de Erechim (AGER) e o Instituto Erechinense de Previdência (IEP).

Na Secretaria Municipal de Educação, escolas municipais, Centro de Educação de Jovens e Adultos, Escola Municipal de Belas Artes e no Núcleo Tecnológico Municipal o novo horário será adotado de 15 de dezembro de 2018 até 15 de fevereiro de 2019.

A Biblioteca Pública Municipal e o Arquivo Histórico Municipal e do Museu Histórico Juarez Miguel Illa Font, funcionarão das 7h30 às 18h, ininterruptamente, durante o período de 15 de dezembro de 2018 a 15 de fevereiro de 2019.

O Centro Cultural 25 de Julho funcionará das 12h às 18h, durante o período de 15 de dezembro a 15 de fevereiro de 2019.

O Centro de Referência de Assistência Social dos bairros Progresso, Linho e Presidente Vargas e o Centro de Referência Especializada de Assistência Social, ambos vinculados à Secretaria Municipal de Assistência Social, funcionarão das 7h30 às 17h, ininterruptamente, durante o período de 1 de dezembro de 2018 a 31 de janeiro de 2019.

O Serviço administrativo de trânsito trabalhará das 7h30 às 18h. O PROCON terá horário das 8h às 17h, ininterruptas, de 1 de dezembro de 2018 a 31 de janeiro de 2019.

O horário especial de expediente não se aplica aos agentes de trânsito, aos Fiscais de Transporte de Passageiros e aos Operadores de Rádio e Telefonia, vinculados à Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social, à Casa de Apoio, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, ao Conselho Tutelar, vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social, ao Setor de Telefonia, junto ao Prédio da Prefeitura Municipal, à Procuradoria Geral do município, à Ouvidoria.

Comentários estão fechados.