Goleiros da Escolinha do Atlântico também recebem treinamentos específicos

Atividade segue padrão das ações utilizadas na equipe principal

A preparação dos goleiros do Atlântico vai além da equipe adulta, a principal no Clube. Desde a Escolinha, os jovens aspirantes a função, recebem treinamentos específicos, realizados com orientação do preparador de goleiros da equipe adulta, Gustavo Werlang.

De acordo com ele, os trabalhos são realizados duas vezes por semana, e, em cada seção, uma nova turma participa das atividades. “Os treinos acontecem em horários paralelos aos trabalhos com os jogadores de linha com  o objetivo de proporcionar aos alunos, o desenvolvimento das técnicas especificas para goleiros de futsal”, explica Gustavo.

Fundamentos  como pegada baixa e alta, quedas, defesas com os pés, defesas medias e altas, passes lançamentos e saídas do gol são atividades que os jovens treinam, isso agregado a treinos educativos e exercícios combinados que envolvem agilidade, postura, alongamento, flexibilidade e coordenação motora.  “As atividades acontecem sempre de acordo com a faixa etária dos alunos”, enfatiza o preparador de goleiros.

Segundo Werlang, os exercícios são desenvolvidos através de explicações teóricas e praticas e assim, durante a execução dos movimentos, acontecem as correções para que os alunos melhorem e coloquem em pratica durante os treinamentos dentro das suas categorias e posteriormente nos jogos e competições a serem disputadas.

Para as categorias menores, os treinos acontecem de maneira mais lúdica, respeitando a faixa etária e desenvolvimento corporal dos alunos. E neste momento de pandemia, Werlang lembra que os treinos acontecem respeitando os protocolos de saúde que permitiram a retomada das atividades da Escolinha do Clube.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais