Municipalidade e AMAU são convidados para congresso do Observatório Social do Brasil

A representação local do Observatório Social do Brasil (OSB) encaminhou convite ao prefeito de Erechim, aos 17 vereadores erechinenses, aos secretários municipais e ainda o presidente da AMAU

A representação local do Observatório Social do Brasil (OSB) encaminhou convite ao prefeito Luiz Francisco Schmidt, aos 17 vereadores erechinenses, aos secretários municipais e ainda o Presidente da AMAU Juliano Zuanazzi,  para que participem do 3º Congresso Pacto pelo Brasil, que vai acontecer de 26 a 28 de agosto, em Curitiba. Trata-se do maior evento relacionados a Controle Social promovido no país.

Na programação destacam-se os painéis temáticos que abordam assuntos relacionados à qualidade na aplicação dos recursos públicos, transparência e controle social, com a formulação de proposições para a eficiência da gestão pública e para o enfrentamento à corrupção. Nesta terceira edição do evento, o destaque é para o tema “Gestão Pública”, que será tratado no primeiro dia do congresso, com foco em transparência, eficiência e intercâmbio internacional de prefeituras em parceria com a agência CIFAL e o programa de cidades da ONU.

Toda a programação será desenvolvida no Centro de Eventos da Fiep (localizado no Jardim Botânico) e está confirmada a participação de lideranças nacionais, especialistas no combate à corrupção e autoridades, que vão falar sobre a participação da sociedade na prevenção e enfrentamento à corrupção.

No segundo dia, o tema será Integridade. Serão apresentadas e discutidas políticas de compliance para empresas, casos de sucesso em órgãos públicos e empresas, boas práticas de gestão e ações coletivas para o Plano Nacional de Integridade. Já no terceiro e última dia, o tema será Inovação, com abordagens sobre centralização de Apps cívicos e soluções tecnológicas a Serviço da Eficiência da Gestão Pública, da Transparência e do Controle Social.

O Congresso Pacto pelo Brasil nasceu como um desdobramento dos Encontros Nacionais dos Observatórios Sociais do Brasil (ENOS), em razão do seu crescente sucesso, como forma de estender o debate a outros cidadãos e parceiros no âmbito nacional e consolidar o movimento Brasil Área Livre de Corrupção, lançado pelo OSB durante o 6º ENOS, realizado em Brasília em 2015.

Encontro Nacional

O 10º ENOS – Encontro Nacional de Observatórios Sociais será realizado no dia 25 de agosto (um dia antes do 3º Congresso Pacto pelo Brasil). O objetivo é reunir os dirigentes, técnicos e voluntários dos Observatórios Sociais para disseminar as boas práticas, aperfeiçoar a metodologia e discutir estratégias para expansão do Sistema OSB. Este ano o tema é “Somos 140, de um Observatório Só”.

Entre as atrações está o 2º Concurso de Boas Práticas do Sistema OSB: uma mostra de vídeos de até 90 segundos contando iniciativas de sucesso. Os vídeos serão submetidos à votação popular e o três trabalhos com o maior número de curtidas serão premiados durante o 3º Congresso Pato Pelo Brasil.

Palestrantes

Estes são os palestrantes confirmados no 3º Congresso Pacto pelo Brasil: Letícia Sugai (sócia da Veritaz Gestão de Riscos e Compliance/diretora do Instituto Paranaense de Compliance – Ipacom); João Paulo Pacífico (Sócio Fundador do Grupo Gaia e Apresentador na Rádio Globo); Reynaldo Goto (Chief Compliance Officer da BRF, Diretor Institucional da Fundação Nacional da Qualidade e Membro do GT Anticorrupção Global Compact); Ana Paula Carracedo (Head of Risk & Compliance – Votorantim e membro do GT Anticorrupção Global Compact); Dra. Luciana Asper (Promotora de Justiça do MPDFT e membro Auxiliar do CNMP);

Dr. Rodrigo Pironti (Sócio Fundador da Pironti Advogados); Dr. Emir Calluf Filho (Legal and Compliance Director na J&F Investimentos); Roberta Codignoto (Head de Treinamentos e Comunicação na Missão Compliance); Dr. João Pedro Gebran Neto (Desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região); Emerson Melo (Sócio da Prática de Compliance da KPMG no Brasil); Deborah Arôxa (Diretora de Transferências Voluntárias – Secretaria de Gestão do Ministério da Economia); Marcos Vinícius Guimarães (Analista de Sistemas do TSE e Professor de Python, Data Science, Machine Learning e Deep Learning); Giovani Saavedra (Advogado e Representante do Brasil do Center for Criminal Compliance da Universidade de Giessen -Alemanha); Juliana Nascimento (Strategic & Compliance Risk Manager na KPMG);

Tom Barros (Auditor Federal e Líder do Programa Tesouro Educacional, da Secretaria do Tesouro Nacional, e representante do Pacto pela Transparência da Controladoria Geral da União – CGU); César Henrique Bernardes Costa (Diretor Geral da Bolsa Brasileira de Mercadorias); Amanda Rocha (Coordenadora Digital e Network Manager na Alliance for Integraty na América do Sul); Camila Araújo (Sócia de Risk Advisory, Ética e Compliance na Deloitte Brasil); Olga Pontes (Chief Compliance Officer da Odebrecht S.A); Francisco de Assis e Silva (Vice Presidente da J&F Investimentos e Diretor Executivo de Assuntos Jurídicos e Corporativos da JBS);

Bruno Brandão (Representante no Brasil da ONG Transparency International); Cristiano Ferri (Professor e Pesquisador de Inovação Pública e Parlamento Digital pelo Centro de Formação e Treinamento da Câmara dos Deputados); Tatiana Ribeiro (Superintendente no Movimento Brasil Competitivo – (MBC); Roberto Marcelino (Diretor de Desenvolvimento de Novos Negócios na iCities); Rafael dos Anjos (Co-fundador da Gedanken e da sua família de robôs); Maurício Pazini Brandão (Secretário de Tecnologias Aplicadas do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações); Francisco Soeltl (Fundador e Presidente da MicroPower);

Octávio Paulo Neto (Promotor de Justiça e Coordenador do GAECO – Ministério Público da Paraíba); Pedro Turbay (Auditor Federal de Finanças da Secretaria do Tesouro Nacional – STN); Antônio Gesteira (Sócio de Forensic Technology na KPMG no Brasil); Thiago Ávila (Pesquisador e Especialista em Transparência e Governo Aberto); Tito Almirall (Secretário de Desenvolvimento, Turismo e Inovação – Prefeitura de Limeira – SP); Dr. Júlio Marcelo (Procurador do Ministério Público junto ao TCU);

José Ricardo Martins (Presidente do Comitê de Empreendedorismo da ABRADi e Advogado na Peixoto & Cury Advogados); Marcelo Zenkner (Membro do Comitê de Medidas Disciplinares da Petrobras e Professor da FDV); Felipe La Rocca Teixeira (Chefe de Divisão da Coordenação-Geral de Governança Colaborativa e Gestão do Conhecimento) e Adenísio Álvaro Oliveira de Souza (Coordenador-Geral de Cooperação Federativa e Controle Social da CGU).

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais