Municipalidade e AMAU são convidados para congresso do Observatório Social do Brasil

A representação local do Observatório Social do Brasil (OSB) encaminhou convite ao prefeito de Erechim, aos 17 vereadores erechinenses, aos secretários municipais e ainda o presidente da AMAU

A representação local do Observatório Social do Brasil (OSB) encaminhou convite ao prefeito Luiz Francisco Schmidt, aos 17 vereadores erechinenses, aos secretários municipais e ainda o Presidente da AMAU Juliano Zuanazzi,  para que participem do 3º Congresso Pacto pelo Brasil, que vai acontecer de 26 a 28 de agosto, em Curitiba. Trata-se do maior evento relacionados a Controle Social promovido no país.

Na programação destacam-se os painéis temáticos que abordam assuntos relacionados à qualidade na aplicação dos recursos públicos, transparência e controle social, com a formulação de proposições para a eficiência da gestão pública e para o enfrentamento à corrupção. Nesta terceira edição do evento, o destaque é para o tema “Gestão Pública”, que será tratado no primeiro dia do congresso, com foco em transparência, eficiência e intercâmbio internacional de prefeituras em parceria com a agência CIFAL e o programa de cidades da ONU.

Toda a programação será desenvolvida no Centro de Eventos da Fiep (localizado no Jardim Botânico) e está confirmada a participação de lideranças nacionais, especialistas no combate à corrupção e autoridades, que vão falar sobre a participação da sociedade na prevenção e enfrentamento à corrupção.

No segundo dia, o tema será Integridade. Serão apresentadas e discutidas políticas de compliance para empresas, casos de sucesso em órgãos públicos e empresas, boas práticas de gestão e ações coletivas para o Plano Nacional de Integridade. Já no terceiro e última dia, o tema será Inovação, com abordagens sobre centralização de Apps cívicos e soluções tecnológicas a Serviço da Eficiência da Gestão Pública, da Transparência e do Controle Social.

O Congresso Pacto pelo Brasil nasceu como um desdobramento dos Encontros Nacionais dos Observatórios Sociais do Brasil (ENOS), em razão do seu crescente sucesso, como forma de estender o debate a outros cidadãos e parceiros no âmbito nacional e consolidar o movimento Brasil Área Livre de Corrupção, lançado pelo OSB durante o 6º ENOS, realizado em Brasília em 2015.

Encontro Nacional

O 10º ENOS – Encontro Nacional de Observatórios Sociais será realizado no dia 25 de agosto (um dia antes do 3º Congresso Pacto pelo Brasil). O objetivo é reunir os dirigentes, técnicos e voluntários dos Observatórios Sociais para disseminar as boas práticas, aperfeiçoar a metodologia e discutir estratégias para expansão do Sistema OSB. Este ano o tema é “Somos 140, de um Observatório Só”.

Entre as atrações está o 2º Concurso de Boas Práticas do Sistema OSB: uma mostra de vídeos de até 90 segundos contando iniciativas de sucesso. Os vídeos serão submetidos à votação popular e o três trabalhos com o maior número de curtidas serão premiados durante o 3º Congresso Pato Pelo Brasil.

Palestrantes

Estes são os palestrantes confirmados no 3º Congresso Pacto pelo Brasil: Letícia Sugai (sócia da Veritaz Gestão de Riscos e Compliance/diretora do Instituto Paranaense de Compliance – Ipacom); João Paulo Pacífico (Sócio Fundador do Grupo Gaia e Apresentador na Rádio Globo); Reynaldo Goto (Chief Compliance Officer da BRF, Diretor Institucional da Fundação Nacional da Qualidade e Membro do GT Anticorrupção Global Compact); Ana Paula Carracedo (Head of Risk & Compliance – Votorantim e membro do GT Anticorrupção Global Compact); Dra. Luciana Asper (Promotora de Justiça do MPDFT e membro Auxiliar do CNMP);

Dr. Rodrigo Pironti (Sócio Fundador da Pironti Advogados); Dr. Emir Calluf Filho (Legal and Compliance Director na J&F Investimentos); Roberta Codignoto (Head de Treinamentos e Comunicação na Missão Compliance); Dr. João Pedro Gebran Neto (Desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região); Emerson Melo (Sócio da Prática de Compliance da KPMG no Brasil); Deborah Arôxa (Diretora de Transferências Voluntárias – Secretaria de Gestão do Ministério da Economia); Marcos Vinícius Guimarães (Analista de Sistemas do TSE e Professor de Python, Data Science, Machine Learning e Deep Learning); Giovani Saavedra (Advogado e Representante do Brasil do Center for Criminal Compliance da Universidade de Giessen -Alemanha); Juliana Nascimento (Strategic & Compliance Risk Manager na KPMG);

Tom Barros (Auditor Federal e Líder do Programa Tesouro Educacional, da Secretaria do Tesouro Nacional, e representante do Pacto pela Transparência da Controladoria Geral da União – CGU); César Henrique Bernardes Costa (Diretor Geral da Bolsa Brasileira de Mercadorias); Amanda Rocha (Coordenadora Digital e Network Manager na Alliance for Integraty na América do Sul); Camila Araújo (Sócia de Risk Advisory, Ética e Compliance na Deloitte Brasil); Olga Pontes (Chief Compliance Officer da Odebrecht S.A); Francisco de Assis e Silva (Vice Presidente da J&F Investimentos e Diretor Executivo de Assuntos Jurídicos e Corporativos da JBS);

Bruno Brandão (Representante no Brasil da ONG Transparency International); Cristiano Ferri (Professor e Pesquisador de Inovação Pública e Parlamento Digital pelo Centro de Formação e Treinamento da Câmara dos Deputados); Tatiana Ribeiro (Superintendente no Movimento Brasil Competitivo – (MBC); Roberto Marcelino (Diretor de Desenvolvimento de Novos Negócios na iCities); Rafael dos Anjos (Co-fundador da Gedanken e da sua família de robôs); Maurício Pazini Brandão (Secretário de Tecnologias Aplicadas do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações); Francisco Soeltl (Fundador e Presidente da MicroPower);

Octávio Paulo Neto (Promotor de Justiça e Coordenador do GAECO – Ministério Público da Paraíba); Pedro Turbay (Auditor Federal de Finanças da Secretaria do Tesouro Nacional – STN); Antônio Gesteira (Sócio de Forensic Technology na KPMG no Brasil); Thiago Ávila (Pesquisador e Especialista em Transparência e Governo Aberto); Tito Almirall (Secretário de Desenvolvimento, Turismo e Inovação – Prefeitura de Limeira – SP); Dr. Júlio Marcelo (Procurador do Ministério Público junto ao TCU);

José Ricardo Martins (Presidente do Comitê de Empreendedorismo da ABRADi e Advogado na Peixoto & Cury Advogados); Marcelo Zenkner (Membro do Comitê de Medidas Disciplinares da Petrobras e Professor da FDV); Felipe La Rocca Teixeira (Chefe de Divisão da Coordenação-Geral de Governança Colaborativa e Gestão do Conhecimento) e Adenísio Álvaro Oliveira de Souza (Coordenador-Geral de Cooperação Federativa e Controle Social da CGU).

Comentários estão fechados.