Acidentes de trânsito não param na região

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Às vezes é necessário abordar diversas vezes alguns assuntos e ao mesmo tempo, torcer para que eles causem algum efeito positivo, por isso escrevo mais um texto focando nos acidentes de trânsito. Entre o domingo (24) e a quarta-feira (27) foram registrados pelo menos nove acidentes, que deixaram 10 pessoas feridas e uma vítima fatal. A maioria dos casos se concentrou na área urbana de Erechim e o restante em rodovias do Alto Uruguai. Na semana anterior, ou nas outras, não foi muito diferente.

Temos um bom número de ruas e rodovias esburacadas, mal sinalizadas, cruzamentos perigosos, pistas desniveladas, mas não é preciso ser especialista para perceber que a grande maioria dos acidentes acontece pela imprudência: o pedestre que surge de repente na rua, cruza a via na diagonal e de costas para o fluxo, atravessa olhando para o celular, a alta velocidade dos veículos, a entrada sem maiores cuidados em cruzamentos, as conversões e saídas do estacionamento sem uma atenção maior para os pontos cegos, o dirigir falando ao celular e ainda em velocidade incompatível com uma manobra de emergência, circular “colado” à traseira do veículo da frente, entre outros. Levando em conta que a imprudência é uma das principais causas de acidentes, se faz necessário que pedestres e condutores reflitam sobre seu comportamento no trânsito e a importância de preservar a própria vida e de terceiros.

Por Alan Dias 

 

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais