Repartições públicas municipais estarão fechadas nesta sexta-feira

sofre reflexos da paralisação nacional

Em acordo firmado na manhã desta quarta, 30, entre os poderes Executivo, Legislativo e o presidente do Sindicato dos Municipários de Erechim,  Vianei Mueller e o vice, Sidney Paulo de Prado, ficou definido que não haverá expediente nas repartições públicas municipais nesta sexta-feira, 01 de junho, havendo compensação posterior de horas trabalhadas dentro do próprio mês.

Tal acordo se deu em razão da crise nacional em andamento, que afeta os servidores públicos municipais, igualmente ao restante da população que encontram dificuldade de deslocamento.

Ficam suspensos os serviços prestados pelas repartições públicas municipais, pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos de Erechim – AGER Erechim e pelo Instituto Erechinense de Previdência IEP.

Não serão suspensos os serviços considerados essenciais prestados pelo município. Os serviços de atendimentos emergência da saúde (SAMU, Ambulância Cidadã e Pronto Atendimento da UPA) coleta de lixo e urgência e emergência terão continuidade no dia que compreende a paralisação.   

Comentários estão fechados.