Condenadas professoras acusadas de torturar crianças em escola de Erechim

As professoras acusadas de torturar crianças na Escola de Educação Infantil Vera Sass, em Erechim, foram sentenciadas 12 anos e seis meses de reclusão em regime inicialmente fechado. O crime ocorreu no ano de 2016 e a sentença foi proferida pelo juiz Marcos Luíz Agostini, na noite de terça-feira, 29 de maio. Elas ainda podem recorrer da sentença em liberdade.

Emanuela Concepção Miola Arroyuelo, de 31 anos, e sua mãe Mara Maria Miola, de 62 anos, foram acusadas de submeter crianças com idades entre um e dois anos, a violência física e sofrimento físico e mental, como forma de aplicar castigo. As penas foram aumentadas devido as acusadas serem funcionárias públicas e terem praticado o crime contra crianças.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais