Condenadas professoras acusadas de torturar crianças em escola de Erechim

As professoras acusadas de torturar crianças na Escola de Educação Infantil Vera Sass, em Erechim, foram sentenciadas 12 anos e seis meses de reclusão em regime inicialmente fechado. O crime ocorreu no ano de 2016 e a sentença foi proferida pelo juiz Marcos Luíz Agostini, na noite de terça-feira, 29 de maio. Elas ainda podem recorrer da sentença em liberdade.

Emanuela Concepção Miola Arroyuelo, de 31 anos, e sua mãe Mara Maria Miola, de 62 anos, foram acusadas de submeter crianças com idades entre um e dois anos, a violência física e sofrimento físico e mental, como forma de aplicar castigo. As penas foram aumentadas devido as acusadas serem funcionárias públicas e terem praticado o crime contra crianças.

Comentários estão fechados.