Dança das cadeiras na Câmara de Vereadores com os últimos dias de prazo da janela de transferência

Nos deparamos com os últimos dias de o prazo da janela de transferência de partido, sem risco de perda de mandato. Quem mais perde ou ganha nessa história? Dos dezessete vereadores eleitos, mais de 23% trocaram de partido. O PSDB do governo Schmidt elegeu dois vereadores, mas perdeu Renan Soccol para o PP, restando apenas um.

O PSD elegeu o vereador Pimenta que agora está no Republicano, ficando sem representatividade.

Já PV que pela primeira vez na história elegeu um vereador, Ilgue Rossetto, acaba de perdê-lo para o MDB. Por outro lado, o partido Republicano perdeu Leandro Basso e ganhou o vereador Pimenta.

O Partido Progressista (PP) foi quem mais ganhou com a janela de transferências, tinha apenas um vereador e agora são três.

Quem mais perdeu em percentual foi o PSDB do governo municipal. Historicamente, o partido que está no governo se fortalece com a janela de transferências, mas em Erechim se fragilizou.

As cadeiras na câmara ficaram assim distribuídas: MDB a maior bancada – quatro vereadores; PP – três; PDT do vice Lando – manteve as duas; PSB – manteve uma cadeira; PSDB – ficou com uma; o Republicano, bem como o PTB, manteve uma cadeira.

Na dança das cadeiras, a oposição continua com a maioria dos vereadores. Nos próximos nove meses, continuará dando as cartas no legislativo.

Por Egidio Lazzarotto 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais