Piratuba vai financiar R$ 7 milhões para recuperar o trecho até a Usina de Machadinho

A construção da Usina de Machadinho começou em de março de 1998 e entrou em operação em fevereiro de 2002. Para facilitar o acesso ao canteiro de obras, o Consórcio Machadinho asfaltou o trecho de cerca de 22 km. Não demorou muito e o pavimento foi perdendo qualidade.
A tentativa de estadualizar a rodovia que liga a cidade de Piratuba/SC à barragem, na divisa com o município de Maximiliano de Almeida/SC, não prosperou.

A ligação está em péssimas condições, uma situação incômoda, que se arrasta por vários anos, atrapalhando o turismo regional. Depois de um longo período de impasses, críticas e desacertos, a Prefeitura de Piratuba decidiu captar recursos para recuperar pelo menos uma parte do percurso. O projeto de lei está na Câmara de Vereadores e, se aprovado, autorizará o município a captar, por empréstimo, R$ 7 milhões na Caixa Federal.

Esta semana o secretário de Administração e Finanças de Piratuba, Giovani Meneghel, foi à Câmara de Vereadores e esclareceu detalhes da operação. A vereadora Cláudia Port (MDB) havia solicitado vistas da matéria. O secretário garantiu aos vereadores que o município tem saúde financeira para quitar o empréstimo nos próximos anos. Durante a explanação, o secretário também respondeu perguntas dos parlamentares.

Um dos questionamentos apontava para o fato do empréstimo ser pago em oito anos e com um tempo de carência, ou seja, somente os próximos dois prefeitos vão pagar a obra.

Como o dinheiro do financiamento não é suficiente para os 22 km, o governo terá que decidir qual o trecho prioritário. A tendência é que seja entre Pinheiro e a entrada de Zonalta. Depois das explicações do secretário, o presidente da Câmara, Luiz Henrique da Silva (Josinão), submeteu o projeto à primeira votação. Foi aprovado por unanimidade. Na próxima semana a matéria vai para a segunda votação.

Fonte: Portal de Marcelino Ramos

Comentários estão fechados.