Projeto: Um Abraço ao Hospital Santa Terezinha

Os vereadores Claudemir de Araújo, Eni Scandolara, Gilson Serafin, Renan Soccol e Emerson Schelski apresentaram na manhã desta quarta-feira (30), a direção da FHST, o projeto “Um abraço ao Hospital Santa Terezinha“. A proposta é permitir que a comunidade e a iniciativa privada também exercitem a responsabilidade social e contribuam com recursos para a completa reestruturação dos 47 quartos que o hospital destina ao atendimento pelo SUS – Sistema Único de Saúde.

Os quartos adotados passarão por melhorias que permitem e reforma estrutural com a remodelação de piso, forro, pintura e adequação do banheiro para portadores de necessidades especiais. Posterior as reformas, os quartos receberão móveis, equipamento e camas com controle elétrico que ampliam a autonomia do paciente e facilitam o trabalho da equipe multidisciplinar. As pessoas ou empresas que adotarem o espaço terão seu reconhecimento através da afixação de uma placa padrão.

De acordo com o Diretor Executivo da Fundação Hospitalar Santa Terezinha, Hélio José Bianchi, a reforma de cada quarto está orçada em aproximadamente R$ 10 mil. “Recebemos com alegria esta proposta de parceria com o hospital. Já estávamos trabalhando num projeto de reforma dos quartos, inclusive com os quantitativos, memorial descritivo, orçamento e layout. Entendemos como positiva esta iniciativa em colaborar com uma área tão importante como a saúde”.

Claudemir de Araújo, Eni Scandolara, Gilson Serafin, Renan Soccol, Emerson Schelski, presentes na reunião, além dos vereadores André Jucoski, Flávio de Barcellos e Márcio Pavoni, comprometeram-se em fazer a adoção do primeiro quarto a ser reformado, bem como iniciar uma campanha na busca de mais interessados na adoção. As obras no quarto 104 tem previsão de início no dia 15 de fevereiro e devem durar duas semanas.

No encerramento da reunião os vereadores aproveitaram para visitar os novos quartos que irão acomodar os médicos plantonistas, construídos através de recursos recebidos pelo hospital da sobra orçamentária do ano de 2018 do Poder Legislativo.

Comentários estão fechados.