Novo presidente da Câmara fez duras críticas aos secretários da Agricultura e Educação

Na manhã de quinta feira (27), em entrevista à Rádio Cultura, o vereador e novo presidente da Câmara de Vereadores de Erechim, Alderi Oldra, fez duras críticas aos secretários da Agricultura, Leandro Basso e da Educação Vanir Bombardelli.

“O secretário Basso, que foi seminarista como eu, deveria ter mais respeito pelas pessoas que já deixaram o governo e se preocupar mais com o presente. Ele continua mais preocupado com o governo passado do que com a sua própria Secretaria que está com muitas dificuldades, tanto que ele está sendo transferido para uma secretaria que era para ser extinta pelo atual governo. Inclusive o próprio Basso defendia a sua extinção, nós da oposição éramos contra a extinção e agora ele vai assumir essa pasta. Recentemente na eleição para diretora da Escola Luiz Badalotti ele enviou uma mensagem para os pais dos alunos dizendo que a chapa de oposição era apoiada por mim e pelo Anacleto Zanella, uma inverdade, porque eu nem sabia da eleição e nem sei quem foi a chapa de oposição, como posso ir contra quem estava na chapa que ele apoiou, se com essas mesmas professoras fomos receber uma premiação internacional? Não entendo porque o Basso está se desgastando com a comunidade, falando uma coisa inverídica como essa”, disse Oldra.

Ao ser questionado por um ouvinte sobre a paralisação das obras da Escola Caras Pintadas, Oldra expressou sua opinião: “Ótima pergunta desta ouvinte! Não consigo entender a secretária da Educação Vanir Bombardelli, que trata algumas pessoas que passaram pela secretaria como inimigas. Se realmente havia um problema, porque ela não veio falar conosco para juntos podermos resolver, se ele realmente existe. Não consigo entender, há mais de 20 anos o  então prefeito Zanella construiu essa escola e ninguém questionou, quando iniciamos as obras da nova escola fizemos um convênio com os Vicentinos e não tivemos nenhum problema. Os vicentinos tem uma cessão de uso, que lhes dá o direito de fazer convênio com  o município para construção de escolas, creches e Unidades Básicas de Saúde, e agora surgiu essa história. Recentemente numa reunião de coordenação do Fórum Municipal de Educação da SMED, quando questionamos, a assessora técnica respondeu que não estava a par da situação. Na época falei que era importante que a secretária pudesse falar conosco para juntos buscarmos uma solução e se fosse preciso, até junto ao governo do estado, e até hoje ninguém nos procurou”, destacou o vereador e presidente do Legislativo Alderi Oldra.

” Mas no entanto elogio o prefeito Schmidt, que no dia seguinte, em companhia do Fabiane nos fizeram uma visita. “Como foi cancelado o edital da compra dos equipamentos da tv, vai sobrar mais de R$ 1 milhão, com isso deveremos nos reunir com vereador Rafael Ayub juntamente com o prefeito para definirmos para onde esses valores serão aplicados. A maioria dos vereadores defendem que vá para a saúde”, finalizou Oldra.

 

Por Egidio Lazzarotto

Comentários estão fechados.