“Nosso projeto é abrir 30 agências nos próximos cinco anos”, diz presidente da Sicredi UniEstados

Em entrevista à Rádio Cultura na manhã de segunda-feira (28), com o Presidente da Cooperativa Sicredi UniEstados, Adelar José Parmeggiani, deu para entender que vem muitas novidades por aí. Quem passa pela Av. Sete de Setembro já deve ter percebido a movimentação em torno das obras da nova sede, investimento de R$ 15 milhões. A previsão é que seja inaugurada na primeira quinzena de dezembro ou, início do próximo ano.

A obra abrigará uma ampla agência, bem como a superintendência. “Hoje cerca de 70 trabalhadores estão em outros espaços e em dezembro, voltam para a Av. Sete de Setembro. Pela superintendência passará toda a segurança, contas dos associados, cadastros, para garantir a segurança no serviço prestado, afinal são 46 agências entre o RS, SC e Minas Gerais”, destacou Parmeggiani.

O espaço contará com tecnologia de ponta, aplicativos, sempre mantendo a essência do Sicredi, o contato, a conversa com os associados.

Investimento na Rua Passo Fundo

A obra da Rua Passo Fundo será de 6.500 m² e abrigará o agronegócio. “Todos os agricultores poderão se deslocar num único espaço, com pessoas especializadas para atendê-los e com horário diferenciado”, enalteceu o presidente. O local também contará com memorial para contar a história da cooperativa, monumento alusivo ao nascimento da mesma (que, inclusive, voltará as suas origens), auditório para cerca de 520 pessoas (comunidade poderá usufruir), espaço para coquetéis e salas de treinamento.

“A princípio construiremos um andar a mais, a cooperativa está crescendo e com o tempo pode vir a ser utilizado. Enquanto isso, poderá ser usado pelo pessoal que investe em tecnologia, startups, ficará à disposição da comunidade, bem como uma ampla praça que também faz parte deste projeto”, exemplificou.

A previsão de inauguração é 14 de abril de 2021, no aniversário de 40 anos da cooperativa.

“30 novas agências nos próximos cinco anos”

“Nos próximos cinco anos, nosso projeto é abrir 30 agências. Teremos 76 agências, sairemos de 550 colaboradores para 800, de 93 mil associados para 120 a 130 mil e, chegaremos a R$ 6 bilhões de ativos totais”, finalizou Parmeggiani.

Por Carla Emanuele 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais