Atlântico vence a ACBF e garante primeiro lugar na LGF

O Atlântico garantiu na noite desta terça-feira, 29, a liderança da primeira fase da Liga Gaúcha de Futsal (LGF), em um “jogo daqueles”, como se imaginava o clássico diante da ACBF, na volta da equipe ao Caldeirão do Galo.

O bom público que foi ao ginásio, viu três viradas de placar e no final a vitória erechinense por 4 a 3. “A gente buscava a primeira posição e conseguimos o nosso objetivo. Foi um grande jogo, um clássico, contra uma boa equipe, com bons jogadores. Acredito que o torcedor que veio gostou do que viu e temos muito que agradecer a eles por acreditarem em nós até o fim”, disse o fixo Silva, autor de um dos gols no jogo.

Allan marcou dois. O capitão tratou de manter a euforia da vitória e da liderança antecipada. “Temos que comemorar sim, foi um grade resultado, alcançamos nosso primeiro objetivo que era liderar a fase. Agora é manter o foco, sabemos que nossa equipe tem condições de buscar este título, mas vai ser jogo a jogo, com humildade para que possamos buscar nossa próxima meta”, completou.

O Atlântico volta a jogar na sexta-feira, dia 1º, quando encerra sua participação na primeira fase da Liga, diante do Passo Fundo, novamente no Caldeirão do Galo. 

atlaxacbflgf9

O jogo

Atlântico e ACBF fizeram um bom jogo na primeira etapa, como já previa e com muitos gols. Logo a 1min45, Valdin escapou pela direita e chutou cruzado para fazer 1 a 0 para os visitantes.

Mas a 5min45, na cobrança da lateral a bola chegou até Silva que concluiu e empatou a partida. E para alegria do torcedor erechinense, aos 7min22, em jogada pela direita, Gessé recebeu e definiu para virar o marcador: 2 a 1 Galo.

A ACBF foi buscar outra virada. Primeiro veio o empate com Selbach, aos 14min51. E já aos 16min17, Lé recebeu na direita e chutou no alto: 3 a 2 para a equipe de Carlos Barbosa.

Mas se teve duas viradas na primeira etapa, porque não uma terceira no segundo tempo? O Atlântico foi atrás do resultado.

atlaxacbflgf5

E logo a 2min54, na roubada de bola pela direita, Allan conduziu e na saída do goleiro tocou para empatar a partida.

A partir dai, foram várias oportunidades para o Galo, algumas delas parando em importantes defesas de Gian Wolverine.

A 4min21, Lé fez falta dura em Allan e acabou expulso. Mas como em grande clássico, porque não um final apoteótico? Faltando 10 segundos para acabar o jogo, o Atlântico foi ao ataque e na conclusão da jogada Allan empurrou para as redes para delírio do torcedor: 4 a 3 e fim de jogo. 

Comentários estão fechados.