Município conta agora com Casa das Mães Puérperas

Um lugar para acolher mães que têm filhos internados no Hospital Santa Terezinha de Erechim transforma a partir de agora a rotina dessas mulheres, dando a elas um local humanizado fora do ambiente hospitalar. Com a inauguração da Casa das Mães Puérperas Ondina Piaia, na última sexta-feira (26), o Município passa a ter um local apropriado para mães que deram à luz a pouco tempo e que precisam amamentar seus filhos enquanto eles necessitam de cuidados na UTI ou na Unidade de Cuidados Intermediários.

Em cerimônia onde autoridades e convidados puderam conhecer o local que tem dormitórios com 10 leitos e demais dependências, as homenagens aos idealizadores do projeto. “O gesto de Ondina, no seu desejo de transformar o que possuía em bem comum, é exemplo e faz deste ambiente um lar de verdade”, destacou Eni Escandolara, uma das testamenteiras.

Ao explicar o caráter de residência provisória, o Diretor da FHST, Hélio Bianchi, ainda enfatizou:  “Esta casa foi inserida na Rede Cegonha, instituída pelo Ministério da Saúde (Portaria 1459 de 24 de junho de 2011), que visa um novo modelo de atenção à saúde da mulher e da criança. E isso foi possível graças ao engajamento dos familiares de Ondina, aos quais agradecemos por auxiliarem essas mães no momento do enfrentamento à doença”.

O Prefeito Luiz Francisco Schmidt ressaltou o fato de o Hospital Santa Terezinha ser anteriormente uma instituição privada e hoje ter se transformado em uma referência regional atendendo a demanda de mais de 80 municípios. Seu pronunciamento traduziu o clima em que se deu a inauguração a Casa das Mães Puérperas Ondina Piaia: “A exemplo desta mulher, se pudermos todos os dias colocar um pouco de alma no que fazemos, conseguiremos juntos construir algo melhor pra nossa cidade”.

Comentários estão fechados.