Município conta agora com Casa das Mães Puérperas

Um lugar para acolher mães que têm filhos internados no Hospital Santa Terezinha de Erechim transforma a partir de agora a rotina dessas mulheres, dando a elas um local humanizado fora do ambiente hospitalar. Com a inauguração da Casa das Mães Puérperas Ondina Piaia, na última sexta-feira (26), o Município passa a ter um local apropriado para mães que deram à luz a pouco tempo e que precisam amamentar seus filhos enquanto eles necessitam de cuidados na UTI ou na Unidade de Cuidados Intermediários.

Em cerimônia onde autoridades e convidados puderam conhecer o local que tem dormitórios com 10 leitos e demais dependências, as homenagens aos idealizadores do projeto. “O gesto de Ondina, no seu desejo de transformar o que possuía em bem comum, é exemplo e faz deste ambiente um lar de verdade”, destacou Eni Escandolara, uma das testamenteiras.

Ao explicar o caráter de residência provisória, o Diretor da FHST, Hélio Bianchi, ainda enfatizou:  “Esta casa foi inserida na Rede Cegonha, instituída pelo Ministério da Saúde (Portaria 1459 de 24 de junho de 2011), que visa um novo modelo de atenção à saúde da mulher e da criança. E isso foi possível graças ao engajamento dos familiares de Ondina, aos quais agradecemos por auxiliarem essas mães no momento do enfrentamento à doença”.

O Prefeito Luiz Francisco Schmidt ressaltou o fato de o Hospital Santa Terezinha ser anteriormente uma instituição privada e hoje ter se transformado em uma referência regional atendendo a demanda de mais de 80 municípios. Seu pronunciamento traduziu o clima em que se deu a inauguração a Casa das Mães Puérperas Ondina Piaia: “A exemplo desta mulher, se pudermos todos os dias colocar um pouco de alma no que fazemos, conseguiremos juntos construir algo melhor pra nossa cidade”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais