FHSTE novamente em pauta da Capital Federal

Comitiva regional que busca alocar recursos federais de Emenda de Bancada para a FHSTE.  

Nessa segunda-feira, 29, lideranças regionais, entre prefeitos, vice-prefeitos, secretários de saúde, direção da Fundação Hospitalar Santa Terezinha e vereadores estarão em Brasília para uma série de audiências, entre elas a mais esperada, com a Bancada Gaúcha.

O Prefeito de Erechim, Luiz Francisco Schmidt, acompanhado do secretário de Saúde, Jackson Arpini e do Diretor Executivo da Fundação, Hélio Bianchi, estarão integrando a comitiva regional que busca alocar recursos federais de Emenda de Bancada para a FHSTE.

Segundo interlocução com o Deputado Giovani Cherini, coordenador da Bancada Gaúcha, a reunião do colegiado será nesta terça-feira, 30, no final da tarde, no Congresso Nacional, oportunidade em que as lideranças e região estarão irmanadas para defender a proposição e solicitar apoio dos parlamentares.

Como estratégia nessa segunda visita aos parlamentares gaúchos, a comitiva regional entregará um ofício detalhando as etapas efetivadas desde a primeira reunião, dia 16, e entregará, em anexo, uma cópia da audiência realizada em Porto Alegre, na Secretaria Estadual de Saúde (SES), no qual todas as entidades de saúde construíram uma posição de consenso para ser levada à Bancada, fruto do amplo diálogo e do entendimento entre as partes.

“A ideia é visitar novamente os 31 Deputados Federais e os 3 Senadores, que constituem os representantes gaúchos no Congresso Nacional”, ressalta Arpini.

O intento de o novo complexo hospitalar conta com apoio unânime da AMAU e das lideranças regionais, pela sua relevância para o contexto Saúde Pública, pela capacidade resolutiva do Hospital Santa Terezinha e pelos dos avanços alcançados nos últimos anos e projetos prospectados, como abertura do UNACON, busca da Alta Complexidade em Cardiologia, revitalização do Pronto Socorro, entre outros.

Além de participar desse encontro, as lideranças de Erechim manterão audiências no Ministério da Saúde, referentes a assuntos como Certificação de Hospital de Ensino (FHSTE) e na Coordenação de Urgência e Emergência.

Também estão aguardando confirmação de agenda com o Ministro da Saúde, Gilberto Occhi, para tratar de assunto específico com relação ao projeto de Readequação do Pronto Socorro, na ordem de R$ 3 milhões, que está tramitando no órgão ministerial e vem sendo monitorado permanentemente pelo Deputado Federal e Senador eleito Luis Carlos Heinze.

“O momento é único. O assunto já está em pauta na Capital Federal e precisamos estar irmanados, coesos e com sintonia de falas, no intuito de caracterizar, com clara evidência, a importância da obra para o SUS e, igualmente, para a região, macrorregião e Estado”, pontuaram as lideranças.

Comentários estão fechados.