Estudantes de Agronomia e Engenharia Agrícola conhecem a CooperAlfa de Xanxerê

        Acadêmicos dos Cursos de Agronomia e Engenharia Agrícola da URI realizaram uma visita técnica à CooperAlfa de Xanxerê, no oeste catarinense. A visita foi conduzida pelo Engenheiro Agrônomo Juliano Mezallira, Supervisor Técnico da Cooperativa na região do Alto Uruguai Gaúcho.

        Ao longo do visitação, as atividades foram conduzidas pela Engenheira Agrônoma Adriane Rebonatto e pelo Gerente da unidade, o Engenheiro Agrônomo Lucas Ribolli.  Com modernos equipamentos e parcerias de grandes empresas, a unidade produz sementes de soja, trigo e aveia de alta qualidade.

        O beneficiamento consiste em todas as operações a que a semente é submetida, desde a sua recepção na unidade de beneficiamento de sementes (UBS) até a embalagem e distribuição. A semente beneficiada possui melhor qualidade física, fisiológica e sanitária, o que possibilita atender aos padrões de laboratório, contidos nas normatizações. Contaminantes indesejáveis, tais como as sementes imaturas, rachadas e partidas; as sementes de plantas daninhas; o material inerte e os fragmentos de plantas podem ser eliminados do lote, comentou Adriane Rebonatto.

        O sistema de beneficiamento é baseado em diferenças de características físicas entre o produto e a impureza a ser retirada enfatizou o gerente da unidade Lucas Ribolli . As sementes passam por etapas de pré-limpeza, limpeza básica e classificação, cujo princípio de operação das máquinas é baseado em uma ou mais características físicas. É necessário dispor de uma linha de beneficiamento, que é a organização, a disposição e o modo de operação das máquinas para a limpeza e a classificação das sementes.

        Além da alta qualidade genética, a Cooperativa Alfa também oferece aos cooperados e produtores a tecnologia do tratamento industrial de sementes, que assegura uniformidade no tratamento da semente e mais segurança no manejo, com menos perigos de contaminação e menor risco de impacto ambiental.

        Para o professor Amito José Teixeira, coordenador do Curso de Agronomia e que acompanhou os acadêmicos, a área de produção e beneficiamento de sementes é diferenciada, portanto, se constitui numa excelente oportunidade de trabalho para os profissionais qualificados que se formam na URI Erechim.

Comentários estão fechados.