Estudantes representam Erechim no Encontro de Jovens Maristas realizado em Porto Alegre

Mais de 1,6 mil jovens se reúnem para refletir atitudes de transformação social

Com o propósito de pensar e propor atitudes que ajudem a transformar a realidade do nosso País, mais de 1,6 mil de adolescentes e jovens participaram de uma série de atividades no último sábado, 25/8, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre. Realizado anualmente, esse encontro envolve cerca de 90 grupos da Pastoral Juvenil Marista (PJM) de 14 cidades do Rio Grande do Sul e do Distrito Federal.

Do Colégio Marista Medianeira, 80 estudantes acompanhados de educadores representaram Erechim no Encontro de Jovens Maristas (EJM), que abordou o tema Atitude. Entre diversas atividades de integração, reflexão e celebração realizadas, destacou-se nesta edição uma inspirada nos slams – espécie de “batalha” de versos surgida na década de 80 nos Estados Unidos. Apresentações preparadas pelos próprios participantes serviram como espaço para debate sobre variados assuntos, como racismo, machismo e homofobia.

De acordo com a estudante do Ensino Médio Laura Todescatt, 16 anos, foi uma oportunidade de buscar soluções para a construção de um mundo melhor, por meio de oficinas, debates e momentos de troca. ​” Já participo do EJM há 5 anos e o evento é sempre uma grande surpresa, superando nossas expectativas. É um momento em que podemos conviver com pessoas novas, trocar energias positivas e aprender muito. É gratificante perceber que, mesmo pessoas que moram longe, estão juntas na missão de promover o amor e a vida”.

De jovens para jovens

Segundo o coordenador de Pastoral da Rede Marista, José Jair Ribeiro, os próprios participantes do evento se mobilizam para organizar a programação e detalhes da organização do evento. “É visível como os jovens se engajam durante o encontro. Eles têm lugar de fala e podem debater sobre causas muito próprias deles”, declara.

O processo participativo se refletiu em todos os aspectos do evento. O cuidado ao meio ambiente, por exemplo, esteve presente desde o início da preparação. A ambientação contemplou com materiais recicláveis confeccionados pelos próprios integrantes da PJM. Também não foram utilizadas lonas ou banners, e o uso de plástico foi restrito. Nas refeições, foram priorizados alimentos mais saudáveis, visando diminuir os impactos na natureza.

Comentários estão fechados.