REJEIÇÃO, DÓI!

Certamente você já ouviu falar sobre o apóstolo Paulo. A Bíblia diz que ele tinha prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas perseguições porque sabia que quando era fraco, então é que era forte. O que isso significa? Significa que Paulo aprendeu a viver sem influência da rejeição. Desde o momento em que o homem pecou no Éden, a rejeição surgiu em seu interior.

Sabemos que Jesus é perfeito e sabe a melhor forma de lidar com as pessoas e situações, portanto devemos permitir que Ele nos governe. Primeiramente, precisamos compreender que todas as agressões e sofrimentos do passado não possuem culpados. Será que somos corajosos para renunciar aos princípios a que estamos acostumados a fim de vivermos guiados por Deus? Ser fraco significa eleger a Palavra de Deus como único padrão para agir e reagir. Sempre seremos rejeitados por situações e pessoas, por isso Deus quer resolver as coisas dentro e não fora de nós.

Quando sofremos uma rejeição, brotam dois sentimentos dentro de nós: tristeza ou ira. Deus não fez o homem com capacidade para carregar o pecado, por isso hoje existem tantas pessoas depressivas. Muitos estão “mutilados” espiritualmente. Sabemos que Jesus perdoou uma mulher adúltera. Aquela mulher foi fraca e tornou-se forte. Ela não teve forças para se explicar, para se justificar e contestar, ela apenas aceitou o falar de Jesus. Precisamos aprender que os fatos externos não podem influenciar nossa maneira de ser. As rejeições não podem ser o motivo para agirmos como queremos.

Em Romanos 12:20, está escrito: “Pelo contrário, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas vivas sobre a sua cabeça”. Quando alguém nos ofende, está provando que tem fome de Cristo. Esta pessoa está suplicando para que liberemos as atitudes de Cristo a ela. Sempre que temos uma atitude de amor, estamos alimentando nossos ofensores com o Pão da vida. Você acha que alguém suporta ficar com “brasas de fogo” sobre a cabeça? Então, perante uma reação de amor, a força maligna que está dentro das pessoas que nos rejeitam, sairá de dentro delas.

Precisamos decidir obedecer a Deus. Durante essa semana, faça um teste. Quando for rejeitado, em vez de se irar ou se entristecer, reaja segundo o padrão divino: perdoe. Com certeza, esta será a semana mais abençoada de sua vida!

Por Eriberto Nespolo

(54) 9 9662-8083 

Comentários estão fechados.