Aprovado projeto do vereador Araújo que extingue obrigatoriedade de pagamento de taxa para expedição de carteira estudantil utilizada no transporte coletivo

Na última segunda-feira (27), durante a realização da 11ª sessão ordinária do Poder Legislativo no ano, os vereadores aprovaram o projeto de autoria do vereador Claudemir de Araújo (PTB) que altera lei que regulamenta o transporte coletivo urbano de passageiros. A referida alteração diz respeito à retirada de obrigatoriedade de associação e pagamento de taxa de R$ 40 junto a Associação dos Estudantes.

“Atualmente, a Associação de Estudantes realiza o cadastro do aluno e não emite mais a carteirinha de estudante, cobrando uma taxa de R$ 40. A alteração na lei tem por objetivo deixar de ser obrigatória a cobrança dessa taxa, pois atualmente o estudante que necessita utilizar o transporte público obrigatoriamente deve fazer a carteirinha para, então, fazer o cartão de bilhetagem eletrônico junto a empresa de transportes”, afirma Araújo, ressaltando que, com a nova proposta, a empresa responsável pelo serviço de transporte fica autorizada a emitir o cartão sem que o estudante se cadastre junto à associação. “Esta alteração vem beneficiar as famílias que muitas vezes não tem condições de pagar o valor cobrado, que interfere em seus orçamentos”, completa.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais