Feira das etnias resgata a história de Cruzaltense na comemoração dos 19 anos do município

 

Italiana, polonesa e afro brasileira. Três etnias diferentes se reuniram na tarde de sexta feira, dia 26 de abril, para resgatar as histórias e os costumes dos povos que fundaram o município de Cruzaltense. Realizado pela Secretaria de Educação em parceria com as escolas do município Osório Duque Estrada e Mario Quintana, a décima feira das etnias foi um evento integrado às festividades da semana do município.

A educação e a sua contribuição para o desenvolvimento do município foram também temas da feira. A homenagem feita à professora Santina Longo pelos seus 50 anos dedicados ao magistério e a educação das crianças cruzaltinas marcou o início da tarde.

No seu discurso de abertura, o prefeito Kelly Longo falou sobre a luta dos professores e enfatizou a importância da educação para manter viva as histórias e os costumes dos antepassados: “Nossas raízes moldam o nosso futuro.” O vice- prefeito, Nelson Franklin, ressaltou a importância de reconhecer a nossa própria história: “É nela que se mostra a diversidade cultural que fez nascer o nosso município. É das origens que se mostram os valores.”

O grupo Afro Ara, da cidade de Aratiba, o primeiro a se apresentar, representou a ancestralidade e a luta do povo afrodescendente no Brasil através do Maracatu, do Maculelê e encenou com entusiasmo o famoso canto das três raças que conta a trajetória do povo negro.

A etnia polonesa e a etnia italiana foram respectivamente representadas pelo grupo Auresovia, de Áurea e pelo grupo Avanti, de Erechim. As apresentações marcadas por trajes, cores e danças típicas de cada etnia levaram crianças e os adultos a se encantarem e conhecerem um pouco mais sobre a história da imigração dos dois povos ao Brasil.

Para finalizar o evento com graça, a princesa da Corte das Etnias agradeceu a presença dos grupos e de toda a comunidade nesse dia de celebração e resgate as tradições.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais