Ex-companheiro de enfermeira morta é preso por suspeita da autoria do crime

Ainda na noite de quinta-feira (28) foi preso o ex-marido da técnica de enfermagem Edea Paris, de 43 anos, encontrada morta durante a tarde numa estrada vicinal que liga Erechim a Aratiba, na região da sede Dourado.

A Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), comandada pela delegada Raquel Kolberg, prendeu o ex-companheiro.

Conforme Raquel em revista ao veículo do homem foi encontrada uma arma de fogo.  Ele foi preso por porte ilegal de arma e também foi solicitada sua prisão temporária por suspeita de autoria na morte de Edea.

 

Comentários estão fechados.