Ex-companheiro de enfermeira morta é preso por suspeita da autoria do crime

Ainda na noite de quinta-feira (28) foi preso o ex-marido da técnica de enfermagem Edea Paris, de 43 anos, encontrada morta durante a tarde numa estrada vicinal que liga Erechim a Aratiba, na região da sede Dourado.

A Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), comandada pela delegada Raquel Kolberg, prendeu o ex-companheiro.

Conforme Raquel em revista ao veículo do homem foi encontrada uma arma de fogo.  Ele foi preso por porte ilegal de arma e também foi solicitada sua prisão temporária por suspeita de autoria na morte de Edea.

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais