Equipe Drop Team do IFRS de Erechim rumo aos EUA

A equipe Drop Team, do Campus Erechim do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), embarca na próxima segunda-feira, 1º de abril, para representar o Brasil na maior competição mundial de eficiência energética, a Shell Eco Marathon, que ocorrerá entre os dias 3 e 6 de abril de 2019, em Sonoma, Califórnia.

O projeto de eficiência energética dos estudantes do curso de Engenharia Mecânica recebeu, em outubro de 2018, o título de carro mais eficiente da América Latina, na categoria de gasolina da Shell Eco-marathon Brasil, com a marca de 424,9 km por litro de gasolina, conquistando o primeiro lugar entre 19 competidores da categoria combustão interna a gasolina, com isso garantindo a participação na etapa internacional.

“Poder representar o Brasil e o IFRS nos enche de orgulho” – são as palavras iniciais do coordenador do projeto, professor Airton Campanhola Bortoluzzi, que ainda comentou que, desde a conquista em 2018, a equipe se dedicou integralmente para construir um novo protótipo que permitisse o transporte aéreo e fosse ainda mais eficiente do que o que ganhou a Shell Eco-marathon Brasil 2018. “Assim, temos a expectativa de obter um resultado ainda melhor e, quem sabe, conquistar uma boa colocação na competição que envolve todas as equipes das Américas”, complementa.

Voltar com o primeiro lugar é a expectativa do estudante Jean Marcos Radeski Sopshuk: “além de ser uma oportunidade e experiência única, trabalhamos muito nesses últimos dias para que tudo estivesse alinhado. Sei que isso valerá muito, estamos indo para Shell Eco-Marathon Américas!”, comenta empolgado.

A eficiência energética é uma atividade que procura melhorar o uso das fontes de energia. A utilização racional de energia, e seu objetivo é relevante para as questões ambientais, as quais impactam na sociedade como um todo, bem como visam contribuir com o melhor uso dos combustíveis.

Para Bortoluzzi, o projeto também serve de pano de fundo para o desenvolvimento pessoal e profissional de futuros engenheiros, os quais têm uma experiência vivencial de trabalho em equipe, de resolução de problemas, de desenvolvimento tecnológico e soluções inovadoras. “Para a instituição, acredito que seja o coroamento da dedicação e de todo um trabalho em prol de uma formação profissional de excelência”, finaliza o coordenador.

No total 14 integrantes da equipe estão indo para a competição. São eles os professores Airton Campanhola Bortoluzzi, Alisson Dalssaso Corrêa de Souza, e os acadêmicos:  Alysson Lucas de Souza, Diego Biazin da Silva, Gabriel Salini, Guilherme dos Santos, Igor Andretta Martins, Izequiel Balsanelo, Jean Carlos Jacuboski, Jean Marcos Radeski Sopshuk, Leandro Bloss, Marcos Marchetto, Matheus Pedro Confortin e Thales Ruan Piovezan. As passagens aéreas foram custeadas pela Pró-reitoria de Extensão do IFRS (Proex).

Os estudantes Eduardo Wichnovski, Iuri Calderan Zaparoli e Lucas Boniatti Neves permanecem no Brasil torcendo pelos colegas juntamente com toda a comunidade do #MundoIFRS.

Sobre a competição:

A Shell Eco-marathon é uma competição de fomento à pesquisa energética que desafia estudantes a projetar e construir protótipos que percorram a maior distância com a menor quantidade de energia.

A iniciativa teve início em 1939, quando funcionários da companhia nos Estados Unidos fizeram uma disputa sobre quem conseguiria percorrer a maior distância possível com a mesma quantidade de energia. Em 1985, a competição se tornou oficial. Desde então, ela se expandiu para outros dois continentes, Ásia e Europa, incluindo categorias em diversos tipos de combustíveis.

Retrospectiva

Na edição do ano anterior, a equipe de Erechim fez 240,3 quilômetros por litro de gasolina, o que garantiu o terceiro lugar na competição e o título de carro mais eficiente do Rio Grande do Sul.

Comentários estão fechados.