Missa da noite Natal em Erechim teve participação restrita de fiéis

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

SONY DSC

Pelos protocolos sanitários para contenção do Coronavírus, as missas da noite de Natal, na quinta-feira (24), como as outras ultimamente, tiveram participação restrita de fiéis. Até a do Papa foi assim na Basílica São Pedro em Roma. Para Dom Adimir, além desta particularidade, houve a de ter presidido a missa da noite de seu primeiro Natal na Catedral São José da Diocese de Erexim, concelebrada por seu Pároco e Vigário Paroquial, Padres Alvise Follador e Gladir Giacomel, com a participação do Diácono Pascoal Pozza. Como ele mesmo registrou, a não ser nos anos em que esteve estudando em Roma, é também o Natal em que não pode estar com seus familiares em Corbélia, perto de Cascavel, no Paraná.

Após o Evangelho, acompanhado pelos padres, o diácono e ministros, abençoou e incensou o Presépio.

Na homilia, o Bispo ressaltou que o nascimento de Cristo em Belém, da Virgem Maria, por obra do Espírito Santo, foi a realização fiel das promessas de Deus, anunciadas no Antigo Testamento. Pelo profeta Isaías, conforme a leitura da missa, o Menino que nasceria da Virgem seria designado como Deus forte que revigora a esperança; como Príncipe da Paz para superar conflitos, divisões e guerras. Por isso, o salmo proclamado da liturgia convida a terra inteira a cantar o louvor a Deus e a exultar e a rejubilar. O Filho de Deus, conforme o Evangelho,  nasce em Belém, que significa “casa do pão” e é colocado numa manjedoura, recipiente no qual os animais se alimentam. A figura prenuncia o que Ele será para todos, o Pão da Vida. Se antes Deus falara pelos profetas, agora passa a falar por seu próprio Filho, o Emanuel, o Deus conosco. Se Deus surpreendeu Ana, idosa e estéril, concedendo-lhe um filho, Sansão, para libertar o povo da dominação; se surpreendeu Zacarias e Isabel, idosos e ela estéril, pelo nascimento de João Batista, agora surpreende a humanidade com seu Filho vindo a nós como criança pobre sem lugar em Belém. Exortou a todos a irem a Deus que vem ao encontro da humanidade em seu Filho que traz vida nova e luz para nosso caminhar, garantindo-nos que nunca estamos sozinhos. Mesmo em meio à pandemia e a outras dificuldades, Ele nos surpreende. Dom Adimir concluiu sua mensagem desejando que a alegria da noite de Natal pelo grande Dom concedido por Deus permaneça na vida de cada pessoa, de sua família e comunidade.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.