Erechim segue com saldo negativo na geração de empregos

Dados do mês de novembro foram divulgados pelo Caged

O cenário de geração de empregos formais, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quarta-feira (27) pelo Ministério do Trabalho (MTB), revela que o mês de novembro fechou com um saldo negativo de menos duas vagas em Erechim. Os números mostram que a indústria de transformação foi a que mais demitiu com um saldo negativo de 99 vagas e a de prestação de serviços fechou o mês com um saldo negativo de 21.  Os destaques positivos são a construção civil que teve uma recuperação de 78 novos empregos e o comércio um saldo positivo de 44 novas vagas de trabalho, aquecido pelas festas de final de ano que é responsável pela aumento nas vendas.

Os setores que mais contribuíram para ter um saldo positivo em 2017 foram: a indústria de transformação com 401 vagas seguida pelo setor de serviços com 372 e a construção civil com 129 novos postos de trabalho. Os dois principais setores que geraram o saldo negativo neste ano foram: utilidade pública, com 78  desligamentos e  o comércio com 59 postos de trabalhos a menos.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.