Profissionais estrangeiros fazem prova de Proficiência em Língua Portuguesa na URI

        A URI Erechim recebe a partir de segunda-feira, 1º de outubro, 62 profissionais oriundos de vários países para a prova do Celpe-Bras, um exame que possibilita a Certificação de Proficiência em Língua Portuguesa. A URI é uma das poucas universidades brasileiras e a única particular credenciada junto ao INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) para aplicar a prova.
        Desenvolvido e outorgado pelo Ministério da Educação (MEC), é o único certificado de proficiência em português como língua estrangeira reconhecido oficialmente pelo governo do Brasil. Internacionalmente, é aceito em empresas e instituições de ensino como comprovação de competência na língua portuguesa e no Brasil é exigido pelas universidades para ingresso em cursos de graduação e em programas de pós-graduação, bem como para validação de diplomas de profissionais estrangeiros que pretendem trabalhar no país.
        Os candidatos participarão de uma prova escrita, na segunda-feira pela manhã, no Centro de Pós-Graduação. Já à tarde, se prolongando até quinta-feira, 04, todos os candidatos inscritos passarão por uma prova oral, individual.
        Segundo a Coordenadora do Posto do Celpe-Bras da URI, professora Elcemina Lucia Balvedi Pagliosa, que esteve em Brasília recentemente para um encontro dos coordenadores da certificação, “o exame vai avaliar as quatro aptidões básicas, que são ouvir, falar, escrever e ler”.
        O que chama atenção, informou a professora, é a presença de profissionais das mais diversas áreas. “A maioria são médicos (23), do “Programa Mais Médicos”, do Governo Federal, mas temos também engenheiros, comerciantes, tradutores, autônomos e estudantes”, revelou.
        Os participantes da prova do Celpe-Bras em Erechim atuam em 10 estados brasileiros e são originários de vinte países, entre os quais Cuba, com 25 inscritos; Síria (6), Senegal (5), Paquistão (4), Haiti (3), Líbano e Camarões (2), entre outras nacionalidades com uma inscrição cada.      
        Os postos aplicadores da prova estão presentes em quatro continentes: África, América, Ásia e Europa.

Comentários estão fechados.