Simers lança campanha de conscientização contra o coronavírus

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) reforça a necessidade de investir na prevenção contra o Coronavírus (Covid-19) e outros, que causam doenças diversas, inclusive a gripe.
Atento às questões que envolvem a categoria médica e a saúde da população em geral, o Simers lança a campanha: “Prevenir: faça disso um hábito. Higienize suas mãos”, com distribuição de folders e sachês com álcool gel. Foram desenvolvidos materiais gráficos, online e comunicação interna aos colaboradores dessa entidade médica, para conscientização sobre a importância da higienização das mãos; assim como, sobre a necessidade de procurar um médico em casos de sintomas e dúvidas relativas ao coronavírus.
A partir desta sexta-feira (28/2), representantes do Simers estarão em diferentes instituições representativas, hospitais e estabelecimentos de saúde para destacar a relevância da disponibilidade de condições para que profissionais e população façam a constante higienização das mãos; conforme é a recomendação mundial, principalmente neste momento crítico em que cidadãos apresentam-se com o vírus em diversos países, inclusive no Brasil.
A campanha do Simers também apresenta um vídeo, o qual destaca que tudo inicia pelas mãos. A peça publicitária ressalta o trabalho do médico, do nascimento de um bebê aos cuidados com a saúde do idoso, como forma de ilustrar a relevância do hábito de higienizar as mãos. “Essa mobilização não está focada apenas nos profissionais da saúde. Estamos envolvendo a população em geral“, destaca o presidente do Simers, Marcelo Matias, ao lembrar que “defender o médico também é defender a saúde”. O vídeo pode ser visto AQUI.
OMS
Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que o hábito de higienizar as mãos regularmente pode reduzir em até 40% a contaminação por vírus e bactérias que causam doenças como gripes, resfriados, conjuntivites e viroses. No Brasil, de acordo com dados da Anvisa, cerca de 25% das infecções registradas são causadas por micro-organismos multirresistentes – aqueles que se tornam imunes à ação dos antibióticos.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais