Tese de doutorado aponta recuperação de áreas naturais da região norte do estado

           O diplomado dos Cursos de Ciências Biológicas ( Bacharelado e Licenciatura) e do Curso de Pós-Graduação Mestrado em Ecologia da URI Erechim, Ivan Luís Rovani, defendeu na sexta-feira, 22, a sua tese de Doutorado, curso esse realizado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em São Paulo. A tese, apresentada no Anfiteatro da Universidade, apresenta os “cenários de naturalidade e sustentabilidade ecológica da região Norte do Rio Grande do Sul”. O doutorado faz parte do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Recursos Naturais – PPGERN da UFSCar em parceria com o PPG Ecologia da URI Erechim.

        A tese foi avaliada e aprovada pelos professores Yuri Tavares Rocha (USP), Elisabete Maria Zanin e Carlos Antônio da Silva (URI Erechim). A pesquisa teve como Orientador o Professor José Eduardo dos Santos (UFSCar) e como Co-orientador o Professor Vanderlei Secretti Decian (URI Erechim) e foi desenvolvida no Laboratório de Geoprocessamento e Planejamento Ambiental (LAGEPLAM), da URI Erechim.

        Este estudo teve como objetivo avaliar a condição de naturalidade resultante das mudanças do uso e cobertura da terra, para identificar cenários, críticos ou favoráveis, à sustentabilidade ecológica da Região Norte do Rio Grande do Sul, com base na utilização do Índice de Urbanidade, em uma escala espaço-temporal de 30 anos (1986 a 2016).

        A tese de Doutorado do Pós-Graduando destaca em seu estudo que as mudanças no uso e cobertura da terra foram determinadas com base na identificação e configuração espacial e temporal da região. A recuperação de áreas naturais associada à redução de áreas agrícolas e à fragmentação florestal tem influenciado de forma positiva a condição ambiental da região.

        Estes resultados foram essenciais para identificar cenários de condições, críticas e ou favoráveis, à naturalidade e sustentabilidade ecológica e conservação da biodiversidade local. Cenários resultantes da manutenção e recuperação dos ambientes aquáticos e naturais resultaram em melhores condições de naturalidade da paisagem regional em relação a cenários com predominância de usos agrícolas e urbanos.

        Conforme o trabalho de Ivan Rovani, os impactos de um passado antropogênico, resultante das mudanças do uso da terra, induzindo mudanças na naturalidade da paisagem, resultaram em informações essenciais dos cenários da sustentabilidade ecológica, atual e histórica da Região Norte do Rio Grande do Sul. Ela serve de suporte à tomada de decisão para a identificação de prioridades para a conservação ambiental, seleção de áreas prioritárias para a conservação da biodiversidade, bem como, subsídios para o planejamento ambiental regional.

        Este projeto de doutorado atendeu à Cooperação Acadêmica Interinstitucional entre URI e UFSCar, que  viabiliza a interação, a capacitação profissional e o fortalecimento e consolidação do potencial acadêmico e de pesquisa no contexto da linha e dos grupos de pesquisa. Esta forma de cooperação interinstitucional vem acontecendo desde o estabelecimento de um Convênio de Capacitação entre as duas Universidades que possibilitou a formação de nove doutores na UFSCar.

Comentários estão fechados.