Secretaria dá início ao Grupo de Trabalho que visa recuperar o Castelinho

Em dezembro do ano passado a Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, por meio do Departamento de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural realizou audiência pública para dar início às atividades de aprovação e reocupação do Castelinho da Praça da Bandeira. Na ocasião, além de informar as etapas a serem cumpridas, foram convidadas as entidades interessadas em participar do trabalho, especialmente aquelas cuja atuação se dá nas áreas de arquitetura, patrimônio, história, ciências sociais, antropologia ou áreas afins, além de grupos acadêmicos e de representação artística ou comunitária. Após manifestação, foram encaminhados convites para as entidades para que indicassem seus representantes.

No último dia 23 de janeiro, foi realizada a primeira reunião com os componentes deste grupo, do qual fazem parte representantes do IAB (Inst. dos Arquitetos do Brasil – núcleo Erechim), CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul), SEAE (Sindicato dos Engenheiros e Arquitetos de Erechim), UFFS (Universidade da Fronteira Sul), URI (Universidade Regional Integrada), Comphac (Conselho Mun. de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural), CMPC (Conselho Mun. de Políticas Culturais) e Arquivo Histórico Municipal. Na reunião foi apresentado o cronograma de trabalho para o ano de 2019 e início de 2020, detalhando as atividades de cada fase e as atribuições do Grupo de Trabalho que a partir de agora vai se reunir semanalmente.

A primeira etapa, que será de atividades para a elaboração do Plano de Ocupação, deverá ocorrer até a metade do ano. Até o mês de fevereiro a Secretaria deverá abrir edital de chamada pública para proponentes das atividades. Para ao Secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Leandro Basso, “a preocupação maior é por este espaço tão significativo para a população estar fechado a mais de 6 anos.  Juntamente com outras providências no sentido de valorizar espaços públicos dentro do nosso Município, o restauro do Castelinho passa a ser um dos principais objetivos do Departamento”.

Comentários estão fechados.