Black Friday é o maior concorrente nas vendas de Natal

A cada ano que passa os clientes do comércio de Erechim estão mais conscientes na hora de fazer suas compras de Natal. Embora celebrada há menos de uma década no Brasil, a black Friday já ganha patamar de grande relevância no comércio e desbanca o Natal. Com datas próximas no calendário, lojistas acreditam que uma data prejudica o faturamento da outra, mesmo sabendo que os perfis de compras são diferentes e que o que define o poder de compra (ou o tamanho do bolso) do consumidor é a renda. O maior volume de compra que acontecia sempre depois do pagamento do 13º salário, agora os consumidores estão se antecipando e aproveitando as promoções de novembro quando acontece Black Friday.

Essa realidade se reflete nas lojas de móveis e eletrodomésticos que tiveram apenas vendas um pouco melhor do que um dia normal. Nas vendas de Natal, o maior movimento pode ser visto nas lojas populares, que contemplam roupas, calçados e brinquedos. Tirando as vendas dos mercados, casa de carnes e panificadoras as vendas do comércio de Erechim se manteve estável neste final de ano.

De acordo com alguns comerciante de nossa cidade, “os clientes erechinenses não se levam mais pela emoção na hora de comprar, mas avaliam a economia, promoções e as ofertas. E ainda acreditamos que o nosso grande concorrente, que compromete as nossas vendas e os lucros de final de ano, são as compras antecipadas na Black Friday (sexta-feira negra)”.

Por Egidio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais