UFFS divulga vídeo da construção da usina fotovoltaica em instalação no Campus Erechim

A previsão é a de que até o final de 2020 a usina entre em operação

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) divulgou, nesta semana, vídeo do estágio atual da construção da usina fotovoltaica em instalação no Campus Erechim. O vídeo tem autoria de Vander Luiz Silva Rodrigues, da empresa Ownergy Solar.

As tratativas para construção da usina iniciaram em fevereiro de 2020, com a realização da primeira reunião entre representantes da UFFS e a empresa contratada para a construção da obra. A iniciativa está sendo possível porque a Instituição foi contemplada com, aproximadamente, R$ 1,7 milhão por meio de um edital do Ministério da Educação (MEC) que prevê a construção de sistemas fotovoltaicos em instituições federais de ensino. A usina deverá suprir a demanda de energia dos campi da UFFS situados em Erechim, Passo Fundo e Cerro Largo.

Conforme o projeto, a potência da usina será de aproximadamente 400 quilowatts pico. O Campus Erechim receberá 22 kits de placas de 18,48 quilowatts pico cada um, sendo que o tamanho da área ocupada pela usina pode variar de 3.400 a 5.000 metros quadrados, dependendo do projeto final.

Conforme o secretário de Obras da UFFS, Fabio Corrêa Gasparetto, “a execução das obras da usina fotovoltaica do Campus Erechim encontra-se em fase final de execução, com aproximadamente 92% das etapas executadas. A empresa responsável teve um pequeno atraso na entrega dos equipamentos devido aos impactos gerados pela pandemia. Mas logo a UFFS terá a primeira usina fotovoltaica, gerando energia limpa, bem como pesquisas nessa área”.

De acordo com o professor da UFFS – Campus Erechim Marcelo Esposito, responsável pela instalação da usina, “a estrutura metálica, a fixação dos módulos fotovoltaicos e dos inversores, bem como a passagem de cabos dos circuitos em corrente contínua e em corrente alternada já foram finalizados. Além disso, os primeiros testes de geração de energia elétrica já foram concluídos”.

Segundo Esposito, “neste momento a subestação da usina fotovoltaica está em fase de construção, e, assim que a RGE indicar qual será a adequação necessária na subestação de alimentação do Campus, este serviço será executado, para então colocar a usina em operação em conjunto com a rede da distribuidora de energia elétrica”.

O professor informa, ainda, que, “de acordo com o contrato, a usina será finalizada até o final do mês de novembro. No entanto, existe um prazo dado pela ANEEL para que a RGE execute sua análise. Estima-se que até o final do mês de dezembro de 2020 todos os trâmites burocráticos sejam resolvidos e o empreendimento entre em operação na modalidade de compensação de energia”.

O vídeo pode ser conferido pelo link https://youtu.be/vTOXvWNhipc.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais