Sartori e Leite: Existe uma região chamada Alto Uruguai?

Neste domingo (28) teremos o segundo turno das eleições para eleger o governador do estado, que conduzirá os destinos do Rio Grande do Sul para os próximo quatro anos. O ex-prefeito de Pelotas, Eduardo Leite (PSDB) e o atual governador do Estado, José Ivo Sartori (MDB) estão na disputa ao Palácio Piratini. No entanto, nas últimas décadas, entra e sai governador de todos os partidos, quando senta na cadeira do Palácio Piratini esquece que existe uma região chamada Alto Uruguai, que é a porteira da entrada e saída do nosso Estado. 

As condições precárias de nossas rodovias trazem dificuldades e atrasam o desenvolvimento. Temos onze municípios sem asfalto, isso sem falar na falta de ligação asfáltica com região Nordeste que congrega mais dez municípios. Prometem a duplicação da ERS 135 que liga Erechim à Passo Fundo, onde os usuários da rodovia pagam pedágio e não há investimentos. Que Erechim precisa de um novo presídio. Que temos o Hospital Santa Terezinha que atende vários municípios do Alto e Médio Uruguai, entre tantas outras reivindicações.

A população da região Alto Uruguai espera que daqui quatro anos não estejamos com as mesmas demandas. Que o novo governador, que será eleito amanhã, tenha consciência que o Rio Grande do Sul começa no Rio Uruguai e não em Passo Fundo.

 

Por Egidio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais