Renan Soccol sugere campanha para que motoristas não estacionem em vagas preferenciais

Embora sejam identificadas e demarcadas, as vagas preferenciais de estacionamento nem sempre servem ao propósito ao qual são destinadas, já que muitos motoristas acabam por utilizá-las mesmo sem pertencerem aos grupos beneficiados, como idosos e deficientes físicos. Buscando solucionar este problema recorrente, o vereador Renan Soccol (PSDB) sugeriu ao Poder Executivo, na sessão ordinária da última segunda-feira (26), a criação de uma campanha educativa para conscientizar a população a respeitar as vagas preferencias no município.

“Acreditamos que as paradas em vagas preferenciais não se dão por má-fé, mas sim por aquela máxima do ‘jeitinho brasileiro’, ‘parei só por cinco minutos’. Contudo, não é levado em consideração que esses ‘cinco minutos’ podem ser o bastante para impedirmos que pessoas necessitadas se utilizem dessa preferência”, observa Soccol, reforçando que o poder público pode ser um importante aliado na busca por mais respeito no trânsito. “O Poder Executivo pode se utilizar de várias ferramentas, como campanhas publicitárias com recursos visuais, demonstrando o quão importante é a conscientização”, completa.

Para o vereador, é necessário, também, que os demais motoristas tenham empatia e pensem no impacto negativo que pode ser gerado com a aparentemente simples ocupação de uma vaga preferencial. “Motoristas intolerantes procuram sempre o que lhes beneficia, não respeitando o direito dos outros. Infelizmente, sabemos que quando não sofremos do problema não temos a noção do quão necessários são os recursos que podem ser utilizados, afinal, se existem estas vagas são porque foram objetos de estudo, e não colocadas de forma aleatória”, justifica Soccol.

Comentários estão fechados.