Um passeio pela Colômbia: nas trilhas de Santa Maria Bernarda

Viagem permitiu vivências de fé e troca de conhecimento

 

Percorrer os caminhos trilhados por Santa Maria Bernarda, conhecer lugares históricos e desbravar a cultura colombiana. Com esses intuitos, nos dias 15 a 21 de julho, Irmãs, professores e funcionários, famílias, do Colégio Franciscano Cristo Rei de Marau e São José de Erechim, viajaram para terras colombianas. Local onde muitas Irmãs Franciscanas realizam a missão de evangelizar, Bogotá e Cartagena, foram as cidades escolhidas para a visitação, pelas 18 pessoas que participaram da viagem.

A cidade de Bogotá, capital da Colômbia, é o destino que atrai turistas do mundo todo devido a sua grandiosidade histórica espelhada em museus e monumentos. Na cidade, o grupo conheceu a Catedral de Sal de Zipaquirá, o Cerro Monserrate e fez uma visita panorâmica pela cidade. Além disso, foi realizada uma visita a Casa Geral da Congregação e ao Colégio São José, uma das obras educacionais das irmãs franciscanas no país.

Com uma arquitetura colonial única e construções históricas, Cartagena encanta pela diversidade. Com possibilidades múltiplas de passeios, os locais percorridos pelo grupo foram a Cidade Histórica, o Forte de San Felipe, a Igreja Santíssima Trindade, a Igreja de São Pedro Claver e as Ilhas do Rosário na Costa do Mar do Caribe. O Colégio Nossa Senhora da Candelária, o Colégio Biffi que fazem parte das obras educacionais, também foram visitados. O ponto alto da viagem à Cartagena foi à visita a Clinica, o Santuário e ao Museu de Santa Maria Bernarda. Nesses locais visitados, o momento marcante foi à conversa com a Doutora Mirna Correia. O testemunho da médica sobre um milagre recebido permitiu que Santa Maria Bernarda fosse elevada aos altares da santidade, no ano de 2008.

Como gesto de gentileza e gratidão, a senhora Zelilda Androeolla agradeceu a recepção carinhosa das Irmãs Franciscanas de Bogotá e Cartagena. “Foi uma experiência única de emoção e alegria”, comentou.

Ao retornar ao Brasil, o estudante do Colégio Franciscano São José, Augusto Carlotto, de sete anos, contou um pouco sobre a sua experiência da viagem: “Gostei muito do passeio, fomos no Arquipélago das Ilhas do Rosário, eu vi muitos golfinhos e tubarões. Gostei muito da companhia de todos que participaram da viagem”.  Outra integrante do grupo, Cristina Espada, salientou a importância da viagem. “Foi muito gratificante, conhecemos alguns colégios franciscanos e observamos o quanto as Irmãs prezam e vivem seu lema de “Paz e Bem”, pois realmente cultivam a paz e o bem ao próximo”. Cristina ainda destacou que achou muito positiva a integração do grupo formado por irmãs, professores, funcionários, pais, alunos e convidados, além da integração dos países Brasil e Colômbia.

Para as professoras Scheila Andretta e Biassara Ferri, a viagem foi uma grande oportunidade de realizar um sonho e visitar lugares diferentes com riquezas culturais diversificadas. “Com toda a certeza foi uma viagem que ficará guardada para sempre em nossos corações. Uma semana abençoada na companhia de pessoas muito queridas. Tudo que vivemos superou nossas expectativas”, destacaram.  Já a professora Nilzava Zardo, agradeceu em especial a hospitalidade das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria auxiliadora. “Elas tornaram a viagem mais enriquecedora demonstrando o seu propósito de vida, fé e devoção em Santa Maria Bernarda”.

Segundo a Irmã Silvana Arboit, Diretora do Colégio São José de Erechim, a experiência da viagem para Colômbia é indescritível, ressaltando: “Vivenciamos momentos de espiritualidade muito significativos, pois passar pelos lugares sagrados onde a fundadora das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora, Santa Maria Bernarda, viveu e morreu foi muito emocionante e gratificante. A visita aos nossos colégios irmãos foi muito marcante. A recepção, a criatividade e a riqueza cultural foram fatores motivadores para pensarmos em atividades de intercâmbio entre Brasil e Colômbia. Já damos o primeiro passo”.

Esse acontecimento foi vivenciado com muita alegria, e experiências futuras irão repetir-se, assim agregando conhecimento e vivencias que aproximam sonhos, valores e sentidos, além de fortalecer a missão desses leigos e leigas que atuam nos espaços e obras missionárias da Congregação.

Comentários estão fechados.