Surge uma nova entidade em Erechim: a ACCIE Jovem

Primeiro presidente é Vanderlei Carminatti

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

 

A noite da última terça-feira, 25, marcou o lançamento oficial da ACCIE Jovem, uma nova entidade que surge para abrir espaço para os jovens ao lado da Centenária Associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim. A solenidade foi realizada em um local descontraído, informal, assim como se propõe ser a nova organização, com a presença de grande número de jovens empresários, profissionais liberais e autoridades, entre elas o prefeito Luiz Francisco Schmidt, secretários municipais, vereadores e o presidente da ACCIE, Fábio Vendruscolo.

Em sua manifestação, Fábio lembrou que a ideia da criação da ACCIE Jovem surgiu com o Salão da Inovação durante a Frinape 2018, que ficou sob a responsabilidade dos jovens, através da Diretoria de Jovens Empresários, sob o comando do Gregori Tormen. Lembrou também que, na década de 80, um grupo de pessoas, capitaneadas por Mauro Gotler, Claudionor Mores e outros jovens, também criou uma associação de jovens empresários. Fábio afirmou que tem certeza que essas pessoas que estão atrás desse novo modelo de entidade, junto à ACCIE, trabalharão fortalecendo as outras entidades coirmãs e “juntos trabalharemos para formarmos um Erechim mais digno, mais próspero, mais humano para todos nós”. Em seguida, o prefeito Luiz Francisco Schmidt falou da sua certeza do êxito da ACCIE Jovem. “Basta trabalhar e trabalhar muito”, destacou.

FOMENTAR O EMPREENDEDORISMO

Coube ao primeiro presidente da ACCIE Jovem, Vanderlei Carminatti, fazer a apresentação da nova entidade. Segundo ele, a proposta é fomentar o empreendedorismo jovem e oportunizar e compartilhar conhecimentos em diferentes áreas. Entre os objetivos da nova entidade estão: estão fortalecer a rede de contatos, capacitar jovens empresários, engajamento feminino, preparar os sucessores, conhecer outras realidades, fazer negócios, desenvolver parcerias comerciais e organizar missões empresariais.

Carminatti também já apresentou os projetos para esse ano de 2019, entre eles estão o Projeto Missões – que visa organizar missões empresariais para locais com ecossistemas de inovação desenvolvidos e visitas técnicas em empresas da região; Workshop – buscando posicionamento digital, nas áreas de negócios, tecnologia e comunicação. Também já está programada uma Missão Florianópolis, com visitas técnicas às empresas do Parque Tecnológico Alfa como Resultados Digitais, Exact Sales, Zygo, Acabe e Pedra Branca, e participação no RD Sumit, maior evento de marketing e vendas da América Latina. També a Astrus UpDate, evento de marketing e vendas em Erechim, marcado para o dia 22 de novembro. Ainda estão programados Workshops Indústria 4.0, Inteligência Artificial e Investimentos (criptomoedas).

Outro grande sonho, para 2020, é levar os associados para a Missão Vale do Silício, para realizar visitas técnicas em grandes empresas como Google, Netflix, Facebook, Sales Force e Linkedin.

Antes de finalizar Carminatti apresentou a sua diretoria que é composta por Lucas Jaskulski (Vice-presidente); Felipe Fogolari (Marketing); Matheus Cavaletti (Financeiro); Gladstone Mársico Neto (Jurídico); Fernando Piran (Projetos); Gilmar Fiebig Filho (Comercial) e Celize Gelain e Gregori Tormen (Relações Institucionais).

DEBATE SOBRE EMPREENDEDORISMO

A grande atração do evento foi o debate sobre empreendedorismo que foi mediado pelos diretores Celize Gelain e Lucas Jaskulski, com o CEO da Peccin S/A, Dirceu Pezzin. Durante sua fala, Dirceu falou sobre a história da Peccin e da família, assim como a sua própria, da primeira e da segunda geração. Falou das diversas fases da empresa, dos momentos difíceis e dos momentos de grandes desafios e de crescimento. Segundo ele, a Peccin, para deixar de ser pequena, com apenas 30 funcionários, para chegar onde chegou hoje, se arriscou muito. “Mas se você quiser inovar e fazer algo diferente, você corre grandes riscos, e esses devem ser muito pensados e, muitas vezes, podem dar errado. E quando dá errado você tem que se reinventar imediatamente. Um segredo é sempre ter um plano B ou C”, destacou Dirceu.

O empresário também falou sobre o sucesso do Trento, porque e como ele surgiu e o grande sucesso que é hoje, com produção do próprio chocolate, conquistando pouco a pouco o consumidor. E, apesar do segmento do chocolate estar estagnado, a Peccin cresceu nos últimos anos de 10 a 15%, sendo que no ano passado foi 23% e neste ano será de 25 a 30% de crescimento.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais