Surge uma nova entidade em Erechim: a ACCIE Jovem

Primeiro presidente é Vanderlei Carminatti

 

A noite da última terça-feira, 25, marcou o lançamento oficial da ACCIE Jovem, uma nova entidade que surge para abrir espaço para os jovens ao lado da Centenária Associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim. A solenidade foi realizada em um local descontraído, informal, assim como se propõe ser a nova organização, com a presença de grande número de jovens empresários, profissionais liberais e autoridades, entre elas o prefeito Luiz Francisco Schmidt, secretários municipais, vereadores e o presidente da ACCIE, Fábio Vendruscolo.

Em sua manifestação, Fábio lembrou que a ideia da criação da ACCIE Jovem surgiu com o Salão da Inovação durante a Frinape 2018, que ficou sob a responsabilidade dos jovens, através da Diretoria de Jovens Empresários, sob o comando do Gregori Tormen. Lembrou também que, na década de 80, um grupo de pessoas, capitaneadas por Mauro Gotler, Claudionor Mores e outros jovens, também criou uma associação de jovens empresários. Fábio afirmou que tem certeza que essas pessoas que estão atrás desse novo modelo de entidade, junto à ACCIE, trabalharão fortalecendo as outras entidades coirmãs e “juntos trabalharemos para formarmos um Erechim mais digno, mais próspero, mais humano para todos nós”. Em seguida, o prefeito Luiz Francisco Schmidt falou da sua certeza do êxito da ACCIE Jovem. “Basta trabalhar e trabalhar muito”, destacou.

FOMENTAR O EMPREENDEDORISMO

Coube ao primeiro presidente da ACCIE Jovem, Vanderlei Carminatti, fazer a apresentação da nova entidade. Segundo ele, a proposta é fomentar o empreendedorismo jovem e oportunizar e compartilhar conhecimentos em diferentes áreas. Entre os objetivos da nova entidade estão: estão fortalecer a rede de contatos, capacitar jovens empresários, engajamento feminino, preparar os sucessores, conhecer outras realidades, fazer negócios, desenvolver parcerias comerciais e organizar missões empresariais.

Carminatti também já apresentou os projetos para esse ano de 2019, entre eles estão o Projeto Missões – que visa organizar missões empresariais para locais com ecossistemas de inovação desenvolvidos e visitas técnicas em empresas da região; Workshop – buscando posicionamento digital, nas áreas de negócios, tecnologia e comunicação. Também já está programada uma Missão Florianópolis, com visitas técnicas às empresas do Parque Tecnológico Alfa como Resultados Digitais, Exact Sales, Zygo, Acabe e Pedra Branca, e participação no RD Sumit, maior evento de marketing e vendas da América Latina. També a Astrus UpDate, evento de marketing e vendas em Erechim, marcado para o dia 22 de novembro. Ainda estão programados Workshops Indústria 4.0, Inteligência Artificial e Investimentos (criptomoedas).

Outro grande sonho, para 2020, é levar os associados para a Missão Vale do Silício, para realizar visitas técnicas em grandes empresas como Google, Netflix, Facebook, Sales Force e Linkedin.

Antes de finalizar Carminatti apresentou a sua diretoria que é composta por Lucas Jaskulski (Vice-presidente); Felipe Fogolari (Marketing); Matheus Cavaletti (Financeiro); Gladstone Mársico Neto (Jurídico); Fernando Piran (Projetos); Gilmar Fiebig Filho (Comercial) e Celize Gelain e Gregori Tormen (Relações Institucionais).

DEBATE SOBRE EMPREENDEDORISMO

A grande atração do evento foi o debate sobre empreendedorismo que foi mediado pelos diretores Celize Gelain e Lucas Jaskulski, com o CEO da Peccin S/A, Dirceu Pezzin. Durante sua fala, Dirceu falou sobre a história da Peccin e da família, assim como a sua própria, da primeira e da segunda geração. Falou das diversas fases da empresa, dos momentos difíceis e dos momentos de grandes desafios e de crescimento. Segundo ele, a Peccin, para deixar de ser pequena, com apenas 30 funcionários, para chegar onde chegou hoje, se arriscou muito. “Mas se você quiser inovar e fazer algo diferente, você corre grandes riscos, e esses devem ser muito pensados e, muitas vezes, podem dar errado. E quando dá errado você tem que se reinventar imediatamente. Um segredo é sempre ter um plano B ou C”, destacou Dirceu.

O empresário também falou sobre o sucesso do Trento, porque e como ele surgiu e o grande sucesso que é hoje, com produção do próprio chocolate, conquistando pouco a pouco o consumidor. E, apesar do segmento do chocolate estar estagnado, a Peccin cresceu nos últimos anos de 10 a 15%, sendo que no ano passado foi 23% e neste ano será de 25 a 30% de crescimento.

Comentários estão fechados.