Legislativo aprova projeto de lei que prorroga o período de contratação de profissionais da Saúde

Tratada sempre com prioridade nas deliberações do Legislativo erechinense, a saúde foi o tema de um importante debate realizado durante a última sessão ordinária. Por unanimidade, os parlamentares aprovaram o projeto de lei do vereador Claudemir de Araújo (PTB) que tem como objetivo prorrogar de seis meses para um ano o prazo dos contratos dos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde.

O projeto altera o Art. 1º, parágrafo 2º da lei 6.420/2018, que passa a vigorar com a seguinte redação: “as contratações objetos desta lei serão pelo período de um ano, podendo ser prorrogadas por igual período ou rescindidas, antecipadamente, caso seja extinta a necessidade da manutenção dos contratos”. De acordo com Araújo, tal medida tem caráter paliativo, já que considera necessária a realização de concurso público para os servidores. “São constantes as faltas de servidores, fato que gera entraves administrativos e prejuízos à comunidade. Enquanto continuarmos sem a realização de um concurso, se torna necessária a contratação temporária excepcional, com o intuito de manter o fluxo normal das ações e serviços de saúde”, explica.

Em vista disso, o edil sugere que as providências cabíveis sejam tomadas, e vê a ampliação dos período dos contratos como a melhor solução neste momento. “A elasticidade dos prazos dos contratos se faz importante para que os serviços obrigatórios ofertados não sofram efeito de continuidade. O atual prazo de seis meses interrompe as relações médico-paciente, além de colocar em risco o atendimento por conta da ausência de um servidor enquanto se espera a renovação do contrato ou a contratação de um substituto”, afirma Araújo.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais