Celulares piratas começam a ser bloqueados pela Anatel

O Procon informa que a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) aprovou o calendário para bloqueio de celulares piratas no País. Desde 9 de maio a medida começou a ser implantada no Distrito Federal e em Goiás, primeiramente. O órgão de defesa do consumidor informa que em breve ela será estendida a todo o Território Nacional, frisando que somente os aparelhos irregulares serão bloqueados.

 

O objetivo é coibir o uso de telefones móveis roubados ou contrabandeados, que não são certificados pela Anatel, com o IMEI adulterado, clonado ou outras formas de fraude. As indústrias e empresas de telefonia móvel também fazem parte deste Projeto. A decisão da Anatel prevê participação do Procon e Ministério Público de todo o País.

 

Num primeiro momento o Procon está orientado a informar a população sobre as medidas de restrição de uso. A Anatel não informou quantos aparelhos irregulares estão em operação hoje no País. Porém, dados coletados pela agência com as operadoras dão conta de que cerca de 1 milhão de novos aparelhos entra nas redes das prestadoras mensalmente.

 

A recomendação do Procon neste momento é para que os consumidores verifiquem, antes de comprar um aparelho celular, se o número que aparece na caixa, o número do adesivo e o número que aparece ao discar *#06# são os mesmos. Caso esses números sejam diferentes, há uma grande chance de o aparelho ser irregular.

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais