Projeto “Um Abraço ao Santa” ganha primeiro quarto reformado

Ao final da tarde da última segunda-feira (25), oito parlamentares do Poder Legislativo erechinense acompanharam com satisfação o primeiro resultado alcançado com o projeto “Um Abraço ao Santa”. A partir de uma iniciativa dos vereadores André Jucoski (PDT), Claudemir de Araújo (PTB), Emerson Schelski (PSDB), Eni Scandolara (Progressistas), Flavinho Barcellos (PDT), Gilson Serafin – Pimenta (PSD), Márcio Pavoni (Solidariedade) e Renan Soccol (PSDB), foi entregue à população o primeiro quarto reformado do hospital. A proposta do projeto é permitir que tanto a comunidade quanto a iniciativa privada possam contribuir com recursos para a reestruturação dos 47 quartos que a instituição destina ao atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Acompanhados pela direção e funcionários da Fundação Hospitalar Santa Terezinha, o grupo de vereadores conheceu o quarto por eles adotado devidamente restaurado e equipado para bem receber pacientes e respectivos acompanhantes. Para a vereadora Eni, ver o projeto ganhando forma é motivo de grande alegria e expectativa para as próximas etapas. “Esse primeiro passo foi de grande importância. A partir dele, empresas já estão interessadas e engajadas em abraçar o hospital. Passamos por um momento crítico nas finanças, e, se cada um der um pouco de si, todos serão beneficiados”, avalia a edil.

A vereadora destaca que, embora a iniciativa tenha partido de uma reunião entre os parlamentares e a direção do hospital, o mérito é de toda a equipe da instituição, que comprou a ideia e está empenhada em dar continuidade a este abraço simbólico, mas de enorme importância. “Vimos de perto a dificuldade que tem o hospital em poder acomodar melhor os pacientes que lá chegam. Esse momento foi apenas um pontapé inicial, queremos que a ideia se multiplique, pois agora temos um quarto reformado, bem equipado e que faz com que o paciente se sinta respeitado”, completa Eni, ressaltando que está nos planos do projeto a reforma do pronto-socorro do Santa Terezinha.

Sobre a reforma – Os quartos adotados passarão por melhorias que permitem e reforma estrutural com a remodelação de piso, forro, pintura e adequação do banheiro para portadores de necessidades especiais. Após as reformas, os quartos receberão móveis, equipamento e camas com controle elétrico que ampliam a autonomia do paciente e facilitam o trabalho da equipe multidisciplinar. As pessoas ou empresas que adotarem o espaço terão seu reconhecimento através da afixação de uma placa padrão.

Comentários estão fechados.