Lavouras da região do Alto Uruguai com produtividade dentro da média esperada

A colheita das lavouras de milho na região do Alto Uruguai atinge 85% da área de 49.585 hectares cultivados na região. Deste total, 33.330 hectares são para grãos e 16.255 hectares destinados a silagem, de acordo com informático conjuntural do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Erechim. O restante da área semeada está com 15% maduro por colher. A estimativa da Emater/RS-Ascar é de que a produtividade, pelo que vem sendo colhido na região, seja de 8.490 kg/ha. Há produtores colhendo até 12.600 kg/ha.

As lavouras de soja, com área semeada de 244.464 hectares, estão com 78% em estado de enchimento do grão e início da maturação fisiológica. A chuva dos últimos dias foi favorável a cultura. No momento, 22% da área cultivada está colhida. A produtividade média, das variedades colhidas até a semana passada, está acima da expectativa inicial que era de 3.630 kg/há, pois está sendo colhido de média 3900 kg/há. Há lavouras que atingem a média de 4.260kg/há. Até o momento, a maioria das lavouras se encontra, livres de pragas e doenças. Em alguns casos, foi constato o aparecimento de algumas lagartas falsa medideira na fase final do ciclo, mas sem danos aparentes. A cotação da semana subiu em relação à última semana, fechando em R$ 70,50 a saca, no mercado físico. No mercado de opções chegou a casa dos R$ 72,00 e até R$ 75,00 a saca.

As lavouras de feijão, 1ª safra, estão colhidas com produtividade 1760 kg/ha. A previsão de plantio para 2ª safra é de 840 hectares.

Situação das criações

Apicultura: As condições climáticas, da semana passada, foram boas para a apicultura, de acordo com os dados do informativo conjuntural do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Erechim Não existe estoque de mel. O mel foi comercializado a R$ 20,00 Preço em alta na semana.

Bovinocultura de corte: O mercado da carne bovina continua desaquecido. O consumo de carne bovina no Brasil ainda está baixo. Apesar das dificuldades, a bovinocultura de corte tem sido uma ótima opção para a agricultura familiar do norte do Rio Grande do Sul. Os bovinocultores estão recebendo 4,70 R$/kg. Preço com leve alta na semana.

Bovinocultura de leite: neste mês, houve uma recuperação de 6,7% do leite UHT. Ainda assim, o valor do leite longa vida está abaixo do pratica em 2017. Por outro lado, os preços dos principais insumos das rações (soja, R$ 69,00 e milho, R$ 33,00) estão valorizados no mercado, achatando ainda a mais o lucro dos produtores. O leite foi comercializado entre 0,75 e 1,30, média geral de 1,00 R$/L. Preço em alta na semana.

Piscicultura: A Semana Santa é o principal período para os piscicultores da região. A redução da luminosidade, aliado a nebulosidade ocorrida em alguns municípios, causou alguma mortalidade pontual de peixes. O Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Erechim estima que haverá

comercialização em aproximadamente 180 locais, entre pesque-pague, residências dos produtores e feiras, totalizando em torno de 100 toneladas de peixe comercializados durante a Semana Santa. Os preços variam entre R$ 8,00 para as carpas inteiras até R$ 25,00 para o filé de tilápia.

Suinocultura: O preço se mantém baixo. O momento é de dificuldade para a suinocultura. O suíno foi comercializado a 2,80 R$/kg. Produtores não integrados estão recebendo valores um pouco acima. Preço estável na semana.

PREÇOS PRATICADOS NA SEMANA

Produto                Preço médio da semana R$             Observações

Soja                      70,50/sc em 21 dias                          Preço Cotrel

Milho                    32,50/sc em 35 dias                          Preço Cotrel

Feijão                  100,00/sc em 35 dias                         Preço Cotrel

Bovinos (peso vivo) 4,70 R$/kg PV                               Preço produtor

Leite                    1,00 R$/L                                           Preço médio ao produtor

Mel                       20,00 R$/kg                                      Preço produtor

Carpa (peixe vivo) 8,0 a 10,00 R$/kg                            Preço produtor

Jundiá                  10,00/kg                                            Preço produtor

Tilápia (filé)             25,00/kg                                         Preço produtor

Suínos                   2,80/kg                                             Preço Cotrel

Comentários estão fechados.