Qual valor o município vai disponibilizar para a Frinape?

I

Está na hora de o prefeito Luiz Francisco Schmidt vir a público para dizer quanto de recursos irá disponibilizar para realização da Frinape 2018, para que a equipe de organização possa dimensionar qual será o tamanho da feira, que deve encerrar as comemorações do centenário de Erechim. Tem que ser um evento que ficará marcado na história de nossa cidade. Quanto mais demora o prefeito em fazer este anúncio, aumenta a possibilidade de ser mais um evento que pode fracassar nas mãos do atual governo.

Faltam pouco mais de 10 meses para realização da Frinape e a direção da Accie tem que ter uma previsão sobre qual será a participação do município com recursos, para que a organização possa ver a contratação dos shows e outras atrações, afinal, o sucesso da feira passa primordialmente pela qualidade dos shows.

Na semana passada o presidente da Accie, Fábio Vendruscolo, em entrevista a Rádio Cultura, declarou o seguinte: “Nós já temos todas as comissões montadas para começar trabalhar, o que está faltando são recursos para que a gente possa ver qual o tamanho da nossa Frinape. Mas garanto que vamos ter a Frinape em novembro”.II

Quando perguntado se o prefeito sinalizou sobre liberação de recursos para a Frinape, Vendruscolo tentou desconversar, mas destacou: “No último encontro com o prefeito Schmidt, ele me disse que é para levar adiante a programação, mas ainda não sinalizou sobre quanto será o valor a ser liberado para realização da Frinape. Mas não tenho nenhuma dúvida de que o município será parceiro, afinal, ao longo dos anos, a prefeitura sempre foi grande parceira de todas as feiras”.

Entendo que neste momento já deviam estar ocorrendo as visitas aos 31 municípios da região da Amau, para entrega dos convites e indicação das representantes de cada cidade para escolha da corte da Frinape 2018. Me parece que teremos a repetição daquilo que aconteceu no Natal deste ano.

Essa história de deixar tudo para última hora não esta servindo de exemplo para o governo municipal. Foi assim com o Natal e com a Festa di Bacco, que acabou não saindo conforme as promessas do prefeito Schmidt e do secretário da Agricultura, Leandro Basso. Aliás, se a Frinape do centenário for um sucesso, somará pontos para a administração municipal, mas se fracassar, a culpa toda recai sobre o prefeito Luiz Francisco Schmidt.

Por Egidio Lazzarotto 

Comentários estão fechados.